Universidade Federal do Paraná

Menu

+ UFPR

Vice-reitora representa a UFPR na III Conferência Regional de Educação Superior, em Córdoba, Argentina

Superintendência de Comunicação Social     11 de junho de 2018 - 15h43

A vice-reitora Graciela Bolzón de Muniz está na Argentina, representando a UFPR na III Conferência Regional de Educação Superior (CRES 2018), que começou nesta segunda-feira (11) e vai até o dia 14, na Universidad Nacional de Córdoba. A conferência reúne representantes da comunidade acadêmica e dos governos nacionais para debater melhorias para as quase 14 mil instituições de ensino superior da América Latina e do Caribe. Ao final serão apresentados uma declaração e um plano de ação.

O coordenador da CRES 2018 e diretor do Instituto Internacional para a Educação Superior na América Latina e o Caribe (UNESCO-IESALC), Pedro Henriquéz Guajardo, destaca que o evento busca formas de fortalecer os sistemas de educação superior. “Tivemos que unir as 417 categorias temáticas em torno dos sete eixos. Não é possível debater tudo. Os temas mais específicos estão, de certa forma, contemplados nos eixos e muitas outras questões serão tratadas em mesas de trabalho e fóruns”, explica Guajardo.

A expansão da participação do setor privado na educação superior, a influência das novas tecnologias na produção de conhecimento e o processo de democratização das instituições de ensino são as temáticas que orientam os debates da CRES 2018, além da reflexão sobre o centenário da Reforma Universitária de Córdoba.

A primeira atividade após a solenidade de abertura é a conferência “As dores que permanecem são as liberdades que faltam. Continuar e aprofundar o Manifesto de 1918”, ministrada por Boaventura de Sousa Santos, professor da Universidade de Coimbra e diretor do Centro de Estudos Sociais de Portugal,. A conferência de Boaventura encerra o primeiro dia de atividades da CRES 2018.

A conferência reúne representantes da comunidade acadêmica e dos governos nacionais para debater melhorias para as quase 14 mil instituições de ensino superior da América Latina e do Caribe.. Foto: ASCUM

Organizada em conjunto pelo Instituto Internacional da Unesco para a Educação Superior da América Latina e o Caribe (Unesco-IESALC), pela Universidade de Córdoba, pelo Conselho Interuniversitário Nacional (CIN) e pela Secretaria de Políticas Universitárias (SPU) do Ministério da Educação Argentina, a CRES 2018 é uma das reuniões preparatórias da Conferência Mundial sobre o Ensino Superior, que ocorrerá em Paris, em 2019, e marca o centenário da Reforma Universitária de 1918, em defesa da autonomia e democratização da universidade pública.

A conferência debate o atual cenário da educação superior na América Latina e Caribe e as estratégias para a próxima década com vistas aos objetivos do desenvolvimento sustentável e definições da agenda Educação 2030 da Unesco.

A CRES está em sua terceira edição. As duas primeiras aconteceram em Havana, Cuba (1996) e Cartagena, Colômbia (2008).