Universidade Federal do Paraná

Menu

Ensino e Educação

UFPR/ITTI firma novas parcerias em Corumbá

Superintendência de Comunicação Social     7 de agosto de 2014 - 10h31

Integrantes do Moinho Cultural e do projeto "BR-262 - Faço parte deste Caminho" em reunião para definir como será realizado o trabalho conjunto

Para ampliar as ações ambientais realizadas em virtude das obras na BR-262/MS e a difusão das informações sobre o empreendimento, o projeto “BR-262 – Faço parte deste Caminho”, realizado pela Universidade Federal do Paraná, por meio do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (UFPR/ITTI), firmou uma importante parceria com o Instituto Moinho Cultural, de Corumbá.

Em reunião, foi alinhada a colaboração dos profissionais do ITTI em atividades realizadas pelo Instituto, que hoje atende 400 crianças e adolescentes de Corumbá, Ladário e as cidades bolivianas de Puerto Suarez e Puerto Quijarro. Estavam presentes integrantes do Programa de Educação Ambiental (PEA), Programa de Comunicação Social (PCS) do ITTI, o coordenador-geral do Moinho Cultural, José Roberto dos Santos Jr, e as assistentes sociais da entidade, Jaqueline Salek Sokolovsky e Thayla Helena Aguirre Cuellar.

A cooperação irá ocorrer por meio de oficinas contínuas ministradas pelo ITTI, entre elas de Comunicação Social e Educação Ambiental, duas sextas-feiras por mês. Os temas dos encontros ainda passarão por aprovação da direção do Moinho Cultural e as atividades devem começar no mês de setembro.

“A parceria com o Moinho Cultural é muito importante porque a entidade realiza um trabalho de relevância para a região com crianças e adolescentes. Esta faixa etária é muito interessante para se trabalhar a Educação Ambiental, pois acredita-se que a inserção de valores e a mudança de atitudes ocorridas nessa idade formarão uma geração ambientalmente consciente e com melhor qualidade de vida, além de possibilitar o trabalho socioambiental junto aos pais dos alunos. Nesse sentido foram discutidas várias ideias interessantes para serem desenvolvidas com alunos e seus familiares”, comenta Danielle Tortato, gerente do PEA.

IHP

A bióloga Viviane Moreira, do IPH, recebeu a equipe do ITTI na sede da organização, em Corumbá

Durante a passagem por Corumbá, os integrantes do projeto também estiveram no Instituto Homem Pantaneiro, uma organização não governamental, cuja missão é “preservar e conservar o Pantanal, resguardando as características físicas, biológicas e culturais, através do fomento à geração de conhecimento por pesquisas científicas e incentivo às parcerias institucionais”. Lá, estiveram reunidos com a Viviane Fonseca Moreira, Gestora do Programa de Meio Ambiente do IHP.

O Instituto desenvolve várias atividades que visam à conservação do Patrimônio Natural do Pantanal, por meio de pesquisas científicas e incentivo a parcerias institucionais. Na reunião, Viviane ofereceu suporte ao trabalho desenvolvido pelo ITTI. “O apoio do IHP é importante devido à disponibilização de informações sobre a região, obtidas por meio de pesquisas realizadas pela instituição, o que permite uma atuação mais efetiva do ITTI na área de abrangência do nosso projeto”, ressalta a gerente do PEA.

BR-262 – Faço parte deste Caminho
O Projeto de Gestão Ambiental das Obras de revitalização na rodovia BR-262/MS, entre Anastácio e Corumbá, é realizado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) por meio do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (UFPR/ITTI). A parceria é realizada em cooperação com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), com o objetivo de cumprir as condicionantes para a emissão e/ou manutenção das licenças requeridas por órgãos ambientais.