Universidade Federal do Paraná

Menu

Ciência e Tecnologia

UFPR tem dois projetos contemplados pelo Instituto Serrapilheira

Superintendência de Comunicação Social     15 de janeiro de 2018 - 8h25

Dois projetos de pesquisa da UFPR foram selecionados pelo Instituto Serrapilheira para receber incentivos de até R$ 100 mil para, durante este ano, trabalhar na demonstração da possibilidade de implementação de suas pesquisas.

Quase 2000 projetos de pesquisadores de todo o Brasil inscreveram-se na chamada pública do instituto, que é a primeira instituição privada de fomento à pesquisa no país. Apenas 65 foram selecionados na área de Ciências da Vida, Engenharias, Química, Ciências da Terra, Ciência Computação, Física e Matemática.

Na UFPR foram contemplados os projetos de pesquisa dos professores Marco Antonio Zanata Alves, do Departamento de Informática, e Rita de Cassia dos Anjos, do curso de Licenciatura em Ciências Exatas.

Dos Anjos, que leciona no campus de Palotina, conta que ficou surpresa com o resultado , que “foi uma conquista muito grande na minha carreira”.  A pesquisadora inscreveu o projeto “A dinâmica de raios cósmicos de altas energias e buracos negros”, na área de Física. Para Zanata esse edital é importante porque foi direcionado aos recém doutores e valorizou projetos de todos os tipos.

Os projetos

Entender a conexão entre buracos negros e a produção de raios cósmicos de altas energias estudando mecanismos de acreção e jatos relativísticos. Este é o objetivo do projeto inscrito pela pesquisadora dos Anjos, que contará com a colaboração de pesquisadores brasileiros e internacionais da área para buscar descrever com precisão o balanço energético que acontece em mecanismos de acreção em buracos negros. “

Outro objetivo do projeto é estabelecer um centro de pesquisa em Física Teórica na UFPR – Setor Palotina que seja referência no oeste do Paraná, o que pretendemos que aconteça juntamente com o desenvolvimento do projeto, uma vez que teremos um diálogo intenso com pesquisadores internacionais, nacionais e a própria equipe do Instituto Serrapilheira” – conta a pesquisadora.

O projeto de Zanata está na área de informática, com foco em tempo e energia. A pesquisa trabalhará com arquitetura de computadores a fim de melhorar o seu desempenho por meio de processamento direto via memória do equipamento. Segundo o pesquisador a ideia é dar base para “memórias inteligentes” que não só armazenem, mas também já processem dados.

“Nossa pesquisa visa melhorar os computadores, introduzindo memórias inteligentes capazes de executar operações perto dos dados, e assim melhorar a eficiência do computador, reduzindo o consumo de energia enquanto aumenta o desempenho em mais de 10 vezes”. – conta Zanata.

Segundo a organização do evento, a seleção dos projetos foi norteada visando “sobretudo incentivar a ousadia científica. Buscamos jovens pesquisadores que não temem se arriscar em busca de descobertas capazes de ampliar as fronteiras de seus respectivos campos. Este é o denominador comum de todos os 65 finalistas desta primeira chamada do Serrapilheira”.

Ao todo, 331 instituições, de todos os estados brasileiros, inscreveram-se no edital. O Paraná foi a quarta unidade da federação com mais projetos inscritos: 144.


Outras notícias

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2019 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR