Universidade Federal do Paraná

Menu

+ UFPR

UFPR participa de rede que integra universidades públicas, privadas e institutos para o desenvolvimento da inovação e da tecnologia

Superintendência de Comunicação Social     26 de abril de 2018 - 16h31

O reitor Ricardo Marcelo Fonseca (de gravata amarela): “Não tenho nenhuma dúvida de que, quando temos um momento de carestia de recursos públicos das universidades e das agências de fomento, como acontece agora, trabalhar em cooperação é algo que nos fortalece.”. Imagem: Marcela Rolim Ribas.

A Reitoria da UFPR sediou hoje, em Curitiba, a assinatura de um protocolo de intenções que formaliza a criação de uma pioneira rede integrada de universidades públicas e privadas e institutos de ensino e de pesquisa destinada ao desenvolvimento da ciência, da inovação, da tecnologia e da cultura: a Redin. A rede foi lançada na data em que se comemora o Dia Mundial da Propriedade Intelectual, comprovando o compromisso das instituições com a produção do conhecimento e o desenvolvimento socioeconômico do País.

Assinaram o protocolo de intenções os reitores da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), Waldemiro Gremski, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Carlos Luciano Sant´Ana Vargas, e do Instituto Federal do Paraná (IFPR), Odacir Antonio Zanatta. E, ainda, o diretor de Desenvolvimento Tecnológico do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), Reginaldo Joaquim de Souza. Posteriormente, as demais universidades estaduais serão integradas ao projeto.

Relevância da rede

O reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca, destacou o modelo de parceria estabelecido entre as universidades, no qual os Governos Federal e Estadual, as universidades e a sociedade atuam em sinergia para gerar inovação e o desenvolvimento tecnológico e econômico.

“Esta parceria tem dupla importância. De um lado, é fundamental que consigamos estabelecer, de fato, uma rede de integração entre universidades e institutos importantes porque trabalhar em rede em um momento como este do País é estratégico. Mas a parceria também é importante devido ao que a UFPR pretende com a Redin: incrementar a participação da Universidade, que é protagonista na produção da ciência e da tecnologia, também no âmbito da inovação – um complemento necessário e importante que a UFPR tem que oferecer neste momento”, avaliou.

Ricardo Marcelo Fonseca disse que a assinatura de um protocolo de intenções também é relevante porque ocorre como reação à redução dos recursos e incentivos destinados às universidades públicas federais. “Não tenho nenhuma dúvida de que, quando temos um momento de carestia de recursos públicos das universidades e das agências de fomento, como acontece agora, trabalhar em cooperação é algo que nos fortalece. Temos uma grande solidariedade e tenho a certeza de que, juntos, todos poderemos avançar”.

Alavanca à inovação

Para o reitor da PUC-PR, Waldemiro Gremski, a parceria é estratégica para o País em um momento no qual não se pode fazer distinção entre instituições públicas e privadas de ensino e de pesquisa. “Acompanho este assunto há 30 anos. E sempre havia algo que fechava este processo de integração. Então, para a PUC-PR, este assunto era inadiável e tem que ser conduzido de forma muito profissional”, comentou.

Ele também destacou a relevância da parceria diante da falta de recursos públicos para a pesquisa, a ciência, a tecnologia e a inovação. “O País não pode confiar única e exclusivamente na ação governamental porque nelas, muitas vezes, há interferência política e financeira. É papel do governo cuidar da inovação, mas é chegada a hora de a sociedade se organizar, de reconhecermos que este processo é inadiável e de fazermos um esforço conjunto entre universidades, empresas e o próprio governo para que possamos de fato alavancar a inovação no Brasil”.

O reitor da UEPG, Carlos Luciano Sant´Ana Vargas, elogiou a parceria. “Ganha o Paraná, uma vez que concentraremos os esforços das universidades por meio de uma sinergia positiva entre elas. Trabalharemos em conjunto, o que fará com que  consigamos reverter  a situação de certa forma incômoda por parte da ciência, tecnologia e inovação no Paraná e no Brasil, onde temos muita produção científica e poucas patentes”, disse.

Disseminação do conhecimento

O coordenador de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia da Agência de Inovação UFPR, Alexandre Moraes, disse que a parceira surgiu da necessidade de haver a interação entre os núcleos de inovação tecnológica para o desenvolvimento de ações voltadas à disseminação da cultura da propriedade intelectual, da inovação e do empreendedorismo. “Vamos fazer eventos conjuntos e cursos de capacitação para potencializar as ações de cada uma destas instituições”, explicou.

A partir de agora, para cada ação que as instituições fizerem em conjunto, será criado um projeto específico. “O interessante é que esta rede será colocada à disposição do Estado para parcerias inclusive na realização de eventos específicos em Curitiba e no Interior do Estado, bem como na formação de parcerias com outras instituições, como o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Agência Brasileira de Inteligências (ABI)”.

O diretor da Agência de Inovação do IFPR, Gutemberg Ribeiro, também elogiou a iniciativa. “É uma aliança importante porque traz a grande possibilidade de firmarmos parcerias e alavancarmos resultados sobretudo no que diz respeito à inovação, ao empreendedorismo e à transferência de tecnologia”, avaliou.


Outras notícias

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2019 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR