Universidade Federal do Paraná

Menu

+ UFPR

Reitor recebe grupo de estudantes da universidade japonesa de Tenri

Superintendência de Comunicação Social     25 de julho de 2017 - 18h00

Os estudantes foram recebidos pelo reitor Ricardo Marcelo e pela vice-reitora, Graciela Bolzón de Muniz

Estudantes da Universidade de Tenri, no Japão, fizeram uma visita ao reitor Ricardo Marcelo nesta terça-feira (25/07). O encontro é uma das atividades da viagem cultural que a comitiva está fazendo a Curitiba e representa a afirmação do relacionamento entre as duas universidades, que assinaram um termo de cooperação no ano de 2014.

A Universidade de Tenri é considerada a “universidade dos idiomas” e foi a primeira do Japão a ensinar Português como língua estrangeira. Os cinco alunos japoneses vieram acompanhados da professora Mônica Nonaka e devem ficar no Brasil durante duas semanas.

O coordenador de Políticas Linguísticas junto à Agência UFPR Internacional, Luiz Gardenal, relatou que a viagem do grupo japonês é cultural, mas também acadêmica. Os estudantes devem participar de um curso de língua cultural brasileira na UFPR. “Essa é a primeira visita cultural, mas o plano é que sejam realizadas todos os anos”, disse.

O reitor Ricardo Marcelo recebeu o grupo ao lado da vice reitora, professora Graciela Bolzón de Muniz, e disse que a visita estreita a relação de intercâmbio entre as universidades, em acordo com a proposta de ampliar a internacionalização da UFPR. “No caso da universidade de Tenri, estamos fazendo todo o esforço para oficializar a nossa relação e ampliar nossos laços”, afirmou.

“A professora Mônica Nonaka, quando retornar à Universidades de Tenri, muito provavelmente terá um documento assinado da UFPR, no sentido de estabelecer uma cooperação acadêmica e formalizar isso que já está ocorrendo”, afirmou o diretor da Agência UFPR Internacional, professor André de Macedo Duarte. De acordo com ele, a intenção é produzir conhecimentos de forma integrada, principalmente com o Japão, que tem em Curitiba uma forte comunidade de imigrantes e descendentes.

Atualmente duas alunas da universidade japonesa já fazem intercâmbio na UFPR. Elas devem permanecer em Curitiba pelos próximos seis meses. Dois dos estudantes que participaram da visita também permanecerão no Brasil até o fim do ano. Para a professora Mônica Nonaka, da Universidade de Tenri, isso é sinal de que eles estão sendo bem recebidos. Ela disse esperar que as visitas sejam freqüentes, ampliando o relacionamento entre as instituições.