Universidade Federal do Paraná

Menu

Extensão e Cultura

Últimas notícias...


Histórico de notícias

Projeto de extensão da UFPR orienta sobre descarte correto de medicamentos

Superintendência de Comunicação Social     17 de setembro de 2021 - 9h40

Na Universidade Federal do Paraná (UFPR), inúmeros trabalhos e pesquisas desenvolvidos nos cursos de graduação e nos programas de pós têm como foco a discussão e a promoção da saúde e da preservação ambiental. Há também as ações extensionistas. Entre elas, o projeto de extensão Educação em Saúde Ambiental (ESA), coordenado desde o início de 2018 pela professora Cristiane da Silva Paula de Oliveira, do Departamento de Saúde Coletiva. 

Orientar a população sobre o descarte correto dos medicamentos vencidos ou em desuso – em farmácias que disponham de coletores – é o principal objetivo do ESA. “Por tratar-se de produto com compostos que podem contaminar o meio ambiente, a proposta de uma coleta diferenciada e encaminhamento para tratamento e destinação final ambientalmente corretos tomou força no município”, celebra a coordenadora do projeto.

O descarte incorreto de medicamentos pode causar contaminação do solo, dos lençóis freáticos e das águas de rios e oceanos, entre outros danos ao meio ambiente. Imagem: topntp26 / Freepik

Seis alunas dos terceiro e quarto períodos do curso de Farmácia e professoras que ministram disciplinas na graduação participam e auxiliam nas atividades. Ao todo, são dez integrantes. Na visão de Jéssica Cristina Pereira Borges, de 19 anos, atuar no projeto é uma experiência enriquecedora que tem reflexos na formação pessoal e profissional dos extensionistas. A jovem destaca a importância das ações para orientação da comunidade.

“Divulgar conteúdos sobre descarte correto de resíduos, sustentabilidade e consumo consciente permite aproximar o conhecimento que adquirimos na graduação da população em geral, e entendermos, desde já, nossa responsabilidade como futuros profissionais da saúde”. A farmacêutica em formação acredita que, com informação e atitudes condizentes, é possível fazer de onde vivemos um lugar melhor.

A história do ESA

O ESA foi criado com base no “Projeto-piloto para descarte de resíduos de medicamentos domiciliares no município de Curitiba”, proposto em 2013 e desenvolvido em conjunto pela secretarias municipais de Saúde e de Meio Ambiente de Curitiba, pelo Departamento de Design da UFPR, pelo Conselho Regional de Farmácia do Paraná, pelo Sindicato dos Farmacêuticos do Estado do Paraná e apoiadores.

A finalidade do piloto: incentivar a participação voluntária de farmácias para receberem medicamentos vencidos ou em desuso que eram, com frequência, descartados incorretamente pela população no lixo comum ou na pia de casa, explica Cristiane.

A participação da Universidade, inicialmente, ocorreu por meio do Departamento de Design, com atuação da professora Carla Spinillo e de alunos que desenvolveram materiais gráficos e peças publicitárias. Na segunda etapa, outros departamentos da Universidade passaram a contribuir por meio de com ações educativas.

A ideia de um projeto de extensão voltado para crianças surgiu em 2015, inspirada no piloto desenvolvido. Fizeram parte desse movimento a docente Dulce Dirclair Huf Bais, do Setor de Educação, e as professoras Camila Klocker Costa, Deise Prehs Montrucchio e Josiane de Fátima Gaspari Dias, do Departamento de Farmácia. A professora Carla, alunos bolsistas dos cursos de Farmácia e Design e da Pós em Ciências Farmacêuticas também participaram.

Orientação para adultos e crianças

Antes da suspensão das aulas em decorrência da pandemia de Covid-19, graduandos e docentes do projeto promoviam atividades com alunos de escolas municipais de Curitiba, de 3ª a 5ª séries. Após assistir a uma palestra com informações sobre medicamentos, o grupo era conduzido a um jogo de tabuleiro chamado Trilha da Saúde.

Os pequenos respondiam a perguntas durante a apresentação e, no momento da brincadeira, reforçavam o aprendizado. A coordenadora do ESA explica que as crianças atuam indiretamente como disseminadoras dos conhecimentos, ao transmiti-los aos pais ou responsáveis.

A ação já foi realizada com cerca de 1.400 estudantes da rede de ensino municipal, informa Cristiane. Locais recomendados para armazenar medicamentos em uso, prazos de validade e motivos pelos quais não é correto o descarte no lixo comum, na pia ou no vaso sanitário. Essas e outras informações foram repassadas nos encontros promovidos nas escolas. Os integrantes do ESA reforçam ao público infantil a ideia de que é o adulto da casa que deve manusear o medicamento e fazer o descarte adequado.

Ações durante a pandemia

Em 2020, devido à pandemia, as atividades do ESA ficaram restritas à modalidade remota. Para o público adulto, pelas redes sociais. Para os pequenos, por meio da elaboração de materiais informativos, como cartilhas com historinhas e passatempos. Além de recomendações para o procedimento de descarte de medicamentos, são trabalhados assuntos relacionados à saúde ambiental, como coleta seletiva e sustentabilidade. Um blog do projeto de extensão está em construção e abordará temas relacionados à saúde ambiental, como água potável e resíduos.

A pedido da Secretaria Municipal de Educação, parceira das atividades, uma palestra sobre descarte correto de medicamentos, ministrada por integrantes do projeto da UFPR, será transmitida em formato de vídeo-aula para estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental. De acordo com Cristiane, a previsão é de que a gravação ocorra nas próximas semanas. O vídeo será disponibilizado posteriormente no canal TV Escola Curitiba, no YouTube. 

Setembro e o meio ambiente

No dia 5 de setembro, foi comemorado o Dia da Amazônia. A data reforça a importância da convervação da maior floresta tropical do planeta. Na contramão, está o desmatamento na região. Nos últimos oito meses, ele foi superior ao mesmo período do ano passado. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), que registrou aumento de 8,2% no desflorestamento entre janeiro e agosto de 2021.

Manifestação em defesa da Amazônia, realizada em Curitiba no dia 23 de agosto de 2019. Foto: Bruna Durigan

Outras datas do mês reafirmam a necessidade do cuidado com o meio ambiente. Em 16 de setembro, é celebrado o Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU).

No dia 18 de setembro, próximo sábado, será o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias. O movimento que anualmente marca o terceiro sábado de setembro é realizado no Brasil desde 1997. A ação faz parte de um programa coordenado desde 1986 pelo Ocean Convervançy. O grupo de defesa do meio ambiente sem fins lucrativos tem sede em Washington, nos Estados Unidos. Em 21 de setembro, mais um chamado a reflexões e ações sustentáveis, com a celebração do Dia da Árvore.

Para acompanhar o trabalho do projeto de extensão Educação em Saúde Ambiental, acesse a página do projeto no Facebook e o perfil no Instagram.

Consulte aqui os dias da coleta de lixo em Curitiba.

Por Bruna Durigan

Sob orientação de Bruna Bertoldi Gonçalves


UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2021 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela AGTIC - Agência de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFPR