Universidade Federal do Paraná

Menu

Extensão e Cultura

Professor e egresso da UFPR são finalistas do Prêmio Jabuti na categoria tradução

Superintendência de Comunicação Social     12 de novembro de 2021 - 10h18

O professor Rodrigo Tadeu Gonçalves, do Programa de Pós-Graduação em Letras da UFPR, está entre os dez finalistas da 63ª edição do prêmio Jabuti, na categoria tradução. O docente da área de concentração “Estudos literários” e integrante da linha de pesquisa “Alteridade, mobilidade e tradução”, participa com a obra traduzida do latim para o português “Os Adelfos” de Terêncio, publicada pela Autêntica editora.

Uma tradução poética da obra “Os Adelfos” de Terêncio como a realizada por Gonçalves não ocorria no Brasil desde o século XVIII, quando da sua publicação em versos decassílabos por Leonel da Costa Lusitano. “Fiquei muito feliz pela indicação, pois foi uma tradução que me deu muito trabalho e satisfação, especialmente por recolocar um autor como Terêncio em circulação”. O professor explica que a peça de Terêncio coloca em cena dois velhos irmãos, cada um criando um filho de um jeito: o liberal boa-gente e o rústico ranzinza, numa espécie de batalha para mostrar qual método de educação é o melhor. “O resultado é surpreendente e muito atual”, destaca.

No Brasil, há poucas traduções literárias como esta. O trabalho do docente centrou na tradução de versos do latim de modo a seguir os múltiplos modos rítmicos que eram estruturantes para a performance nos palcos da época, para falar, recitar ou cantar. Trata-se de uma comédia romana do século II a.C., de uma tradição teatral muito viva para o período republicano romano.

Obras finalistas do prêmio Jabuti, traduzidas pelo professor Rodrigo Tadeu Gonçalves e pelo egresso Daniel Marineschen.

Entre os finalistas também está o egresso da UFPR, Daniel Martineschen, com a tradução da obra West-östlicher Divan de Johann Wolfgang von Goethe, intitulada no Brasil como “Divã ocidento-oriental”, pela editora Estação Liberdade. A tradução é fruto de seu doutorado no PPG-Letras da UFPR. “Ver esse trabalho ganhando o reconhecimento do Prêmio Jabuti é uma alegria sem tamanho, um sinal de que o trabalho da tradução é relevante e merece ser valorizado”, destaca.

Esta é a primeira vez em que a íntegra da poesia (versão alemão-português) e da prosa compõem a obra traduzida em português. Ela trata da imersão de Goethe no Oriente, com passagens pelo antigo mundo das Mil e uma noites, pelas civilizações dos livros sagrados e suas tradições poéticas. “Traduzo já há alguns anos, publiquei alguns livros, mas nunca ganhei nenhum prêmio. Só de estar nessa lista de finalistas para mim já é uma grande vitória”, ressalta Martineschen.

O resultado com os cinco finalistas de cada categoria será divulgado na próxima terça-feira (16). Já os vencedores de cada uma delas e o ganhador do Livro do Ano serão revelados durante a cerimônia de premiação online, no dia 25 de novembro, às 19h, e será transmitida pelo canal do YouTube da Câmara Brasileira do Livro.

O prêmio Jabuti é o mais importante da literatura brasileira. Anualmente, inúmeras editoras dos mais diversos segmentos e escritores independentes de todo o Brasil inscrevem suas obras.

 

Por Comunicação PPG-LETRAS/UFPR

 

 


UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2021 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela AGTIC - Agência de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFPR