Universidade Federal do Paraná

Menu

Ciência e Tecnologia

Primeiro dia do Mini Evinci Sacod traz pesquisas sobre música, artes e comunicação; programação segue até quinta-feira

Superintendência de Comunicação Social     27 de outubro de 2020 - 19h04

A edição 2020 do Mini Evento de Iniciação Científica (Evinci) Sacod já começou. As apresentações online iniciaram nesta terça-feira (26) e vão continuar até quinta-feira (29), sempre das 14h às 18h, abordando pesquisas do Sacod (Setor de Artes, Comunicação e Design) da UFPR. Essa é a terceira edição do evento, que está com um formato diferente devido à pandemia de Covid-19. Para conferir a programação completa de quarta (28), clique aqui, e de quinta (29), aqui. As apresentações acontecem no Microsoft Teams neste link.

No dia de abertura do evento, a primeira apresentação envolveu a coleta e registros da Arte Ação em Curitiba, um modelo que prioriza a ação como o foco da arte. Coordenado pela professora Luana Veiga e com a participação das alunas Luana Oliveira e Sandy Mara, do Departamento de Artes, o estudo trouxe as comprovações de que há Arte Ação acontecendo em Curitiba já que esses eventos e seus registros são pouco divulgados.

A primeira apresentação envolveu a coleta e registros da Arte Ação em Curitiba, um modelo que prioriza a ação como o foco da arte. Imagem: Divulgação

Para Sandy, a participação no Mini Evinci Sacod é muito importante para exibir todo o trabalho desenvolvido. “A pesquisa realizada por nós busca divulgar trabalhos de Arte Ação em Curitiba e o Evinci busca divulgar as pesquisas realizadas na Universidade. A apresentação pode ajudar os espectadores a saberem o que é esse gênero e conhecerem trabalhos incríveis realizados em Curitiba”.

Também foram apresentados trabalhos sobre a representatividade feminina em telenovelas brasileiras, a representatividade do corpo e do gênero em performances artísticas, a pedagogia por trás de pianistas populares brasileiros, o acervo da artista Adalice Araújo e sobre a crítica institucional em contextos precários.

Tela multitoque para
pessoas com baixa visão

Um dos trabalhos que será apresentado nesta quarta-feira (28) é uma tela multitoque para o atendimento especializado de pessoas com baixa visão. A pesquisa é orientada pela professora Juliana Bueno e tem a participação da aluna Karina Antoniolli, do Departamento de Design. O objetivo principal é que em três anos os materiais físicos e artesanais para o atendimento de pessoas com baixa visão produzidos e usados no Centro de Atendimento Educacional Especializado (CAEE) Natalie Barraga, de Curitiba, sejam adaptados para o digital, para uso em telas multitoque.

Registro durante observação de atendimento no Centro Educacional Especializado Natalie Barraga, em Curitiba. Foto: Karina Antoniolli/Divulgação

O estudo está em fase inicial, com a catalogação e análise de todo o material que deve ser desenvolvido nas próximas etapas. Para Karina, esse é o momento de trocar experiências e conhecimentos com outros pesquisadores e ouvintes. “Recebemos comentários, dicas, críticas que são feitas e que nos fazem aprender além do que pesquisamos. Além disso, é importante mostrar para todos o que fazemos dentro da Universidade e que, no meu caso, o Design também é pesquisa”.

O Mini Evinci Sacod desta quarta ainda vai trazer estudos sobre o ativismo institucional e as práticas artísticas durante a redemocratização brasileira, uma análise da comunicação da nova direita no Brasil, um estudo sobre o jornal Panorama e uma pesquisa sobre a representação gráfica de imagens na área médica.

Estratégias de líderes políticos
a partir da comunicação

Na quinta-feira (29), dia do fechamento desta edição, uma das pesquisas que está na programação traz as estratégias dos líderes políticos ao longo do mandato a partir da comunicação. A orientação é da professora Michele Massuchin com a participação das alunas Renata Figueiredo, Vitória Fernanda e Laura Cotona, do Departamento de Comunicação. O trabalho aborda o conceito de campanha permanente, ou seja, o que os atores políticos fazem ao longo do mandato e a atuação nos meios de comunicação para além dos períodos eleitorais. A pesquisa analisou como esses espaços servem para visibilidade e como eles usavam a mídia para formar a imagem pública, ganhar visibilidade e fazer comunicação pública.

Um dos resultados encontrados foi que, muitas vezes, o que mais chama a atenção do público são os conteúdos de cunho pessoal e quando os políticos discutem questões mais amplas, como as de ordem federal. Outra perspectiva analisada é que os políticos estudados postaram poucos materiais sobre transparência.

Para a professora Michele, o Mini Evinci Sacod cumpre uma importante função de fomentação da iniciação científica e de valorização do Setor. “Uma característica importante na pesquisa é a de ser um bem coletivo, e o Evinci ajuda a trazer isso para o ambiente acadêmico. Ele ocupa um espaço relevante de apresentação e de visibilidade para o Setor, já que muitos temas tangenciam diretamente o nosso cotidiano e trazem feedbacks importantes para sociabilidade, questões políticas etc.”.

As apresentações de pesquisas do último dia de evento ainda vão abordar a comunicação entre o pianista e o ouvinte, a ergonomia na performance pianística, as estratégias comunicacionais em debates polarizados, as metodologias em comunicação digital e os mitos, consumo e narrativas contemporâneas.

Por Breno Antunes da Luz
Sob supervisão de Chirlei Kohls
Parceria Agência Escola de Comunicação Pública UFPR e Superintendência de Comunicação e Marketing (Sucom) da UFPR


UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2021 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela AGTIC - Agência de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFPR