Universidade Federal do Paraná

Menu

Ciência e Tecnologia

Pós-graduações da UFPR receberão bolsas para enfrentamento da Covid-19; conheça os projetos

Superintendência de Comunicação Social     20 de abril de 2020 - 9h41

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) concederá à Universidade Federal do Paraná (UFPR) 46 bolsas de mestrado e doutorado, em caráter emergencial, para o desenvolvimento de ações no combate à pandemia da Covid-19. Os projetos serão alocados em 12 programas de pós-graduação da UFPR dos Setores de Ciências Biológicas, Saúde, Tecnologia e Exatas.

A concessão busca induzir a criação de conhecimento relacionado ao novo coronavírus e outras endemias que assolam o País. Na UFPR, serão investidos aproximadamente R$ 2,6 milhões.

De acordo com a Capes, a concessão de bolsas priorizou programas voltados à criação de conhecimento orientado à prevenção e ao combate à atual pandemia da Covid-19. Foto: Freepik

Microbiologia, Parasitologia e Patologia

O Programa de Pós-Graduação em Microbiologia, Parasitologia e Patologia Básica (PPGMPP), foi contemplado com quatro bolsas de mestrado e quatro de doutorado. Alguns projetos já estão definidos para pesquisas sobre o novo coronavírus.

Um dos estudos selecionados propõe uma metodologia de identificação de indivíduos que já estão imunes à Covid-19, por meio de um modelo de exame sorológico confiável. Isso poderá ser feito pela identificação de anticorpos específicos para uma proteína com potencial neutralizante, por simulação computacional. Assim, será possível identificar alvos específicos do vírus SARS-CoV-2 para avaliar a imunidade geral da população.  O projeto, chamado “Identificação de epitopos conformacionais do vírus SARS-CoV-2 e avaliação in silico de anticorpos com potencial neutralizante visando o diagnóstico e a terapia de COVID-19” será realizado pelo doutorando João Carlos D. Muzzi, sob orientação da professora Juliana de Moura.

“O projeto se justifica pela ausência de tratamentos e vacinas que confiram proteção à população geral e aos grupos de risco, enquanto o número de pessoas infectadas e com sintomas graves se avoluma. Assim, é urgente a necessidade de dados confiáveis quanto ao real estado de disseminação e imunidade da população em geral”, relatam os pesquisadores. Segundo dados do projeto, os resultados obtidos pela pesquisa servirão para avaliar a imunidade de grupo e justificar a manutenção ou não da estratégia de isolamento social e demais políticas públicas de combate à epidemia.

A doutoranda Thaís S. B. Bastos buscará compreender os mecanismos do sistema imune no combate ao vírus, e evidenciar quais possíveis adaptações o SARS-CoV-2 pode ter desenvolvido para driblar o sistema imune.

Para isso, ela desenvolverá, sob orientação do professor Tarcio Braga, terapias envolvendo a modulação do gene NLRP3 para controlar o processo inflamatório e impedir o quadro de fibrose pulmonar. O projeto “Avaliação da ativação do complexo inflamassoma NLRP3 em macrófagos e células epiteliais pulmonares quando expostas ao vírus SARS-CoV-2” será realizado no Departamento de Patologia Básica.

O projeto “Expressão e purificação de antígenos do vírus SARS-CoV-2 e produção de bioferramenta de diagnóstico e terapia de COVID-19” será conduzido pela doutoranda Gabriela C. Cardoso, sob orientação da professora Giseli Klassen.

Gabriela propõe clonar e expressar fragmentos da proteína S do vírus Sars-CoV-2, que poderão ser utilizados em kit de diagnóstico voltado aos pacientes brasileiros infectados.  A partir daí, a produção de anticorpos poderá ser utilizada em estratégias complementares para a geração de vacina. A iniciativa de justifica uma vez que ainda não existe terapia comprovada para minimizar ou neutralizar os efeitos da COVID-19, nem perspectiva em curto de prazo de utilização de uma vacina.

A professora Edneia Cavalieri, vice-coordenadora do PPGMPP, orienta os interessados em doar insumos para a realização dos projetos a entrar em contato pelo e-mail posmpp@ufpr.br. De acordo com a docente, o edital para os projetos de mestrado deverá ser publicado nos próximos dias e será aplicado também para alunos que queiram ingressar na pós-graduação.

Farmacologia

O Programa de Pós-Graduação em Farmacologia foi contemplado com duas bolsas de mestrado e duas de doutorado.

Um dos projetos, que está em fase de análise, poderá testar os efeitos da combinação de hidroxicloroquina com hipoglicemiante em ratos diabéticos. O trabalho ficará a cargo do mestrando Kauê Marcel de Oliveira, sob orientação da professora Alexandra Acco.  Estudos em andamento testam a hidroxicloroquina, como terapia da Covid-19 e o envolvimento com a redução de glicose em pacientes diabéticos.  “Como estes efeitos ainda são incertos, pesquisas sobre possíveis interações não só entre os medicamentos para diabetes e a hidroxicloroquina são importantes para esclarecer tais questões”, explica a docente.

Dessa maneira, busca-se avaliar os efeitos dessa combinação em órgãos vitais e afetados pela Covid-19, principalmente pulmões, o metabolismo da glicose e a função hepática, renal e cardíaca. A partir dos resultados obtidos, a equipe avaliará se há alguma interação entre as drogas utilizadas e as mudanças desencadeadas pelos fármacos, especialmente decorrentes da hidroxicloroquina, ou pelo diabetes.

Alexandra explica ainda que, por questões de biossegurança, apenas ratos saudáveis e diabéticos poderão ser utilizados no trabalho. Como a ideia é incipiente, pode haver modificações no objeto e na metodologia da pesquisa. “No decorrer do trabalho poderemos incluir nas análises alguma das drogas antivirais (Ribavirina e Tenofovir, por exemplo) que estão sendo estudadas para tratar a Covid-19”, aponta a orientadora.

Programas contemplados na UFPR pelo auxílio emergencial. Arte: Juliana Barbosa

Demais programas

Os outros programas de pós-graudação contemplados estão em fase de análise e publicação de editais específicos direcionados à temática, a fim de contemplar as bolsas recebidas.

A Capes publicou outros editais temáticos, no âmbito do Programa Estratégico Emergencial de Prevenção e Combate a Surtos, Endemias, Epidemias e Pandemias. O enfoque será em pesquisas que envolvam Epidemias; Fármacos e Imunologia; e Telemedicina e Análise de Dados Médicos.

Confira iniciativas e projetos da UFPR no combate ao novo coronavírus


UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2020 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela AGTIC - Agência de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFPR