Universidade Federal do Paraná

Menu

Ciência e Tecnologia

Pesquisadores da Baía de Paranaguá promovem workshop de integração e apresentação de resultados

Superintendência de Comunicação Social     2 de setembro de 2019 - 10h49

Pesquisadores dos projetos sobre o Complexo Estuarino de Paranaguá (CEP) reuniram-se, entre os dias 27 a 29 de agosto, para compartilhar resultados preliminares dos estudos e intensificar o processo de integração entre eles. Os três projetos sobre a Baía de Paranaguá, no litoral paranaense, fazem parte dos oito selecionados pela Chamada Pública MCTIC /CNPq – Nº 21/2017 – Pesquisa e Desenvolvimento em Ações Integradas e Sustentáveis nas Baías do Brasil. A Universidade Federal do Paraná (UFPR) tem pesquisadores envolvidos nos três estudos.

Compõem o trio Baías CEP os projetos: Resiliência Socioecológica e Sustentabilidade do Complexo Estuarino de Paranaguá (RESICEP); Vulnerabilidades e Respostas das Populações Locais às Ameaças Socioeconômicas e Naturais na Baía de Paranaguá (MADECEP); e Panorama Histórico e Perspectivas Futuras Frente a Ocorrência de Estressores Químicos Presentes no Complexo Estuarino de Paranaguá (EQCEP). As pesquisas têm o objetivo de compreender necessidades e fragilidades do CEP e, assim, interferir positivamente nelas, por meio de estudos multidisciplinares e balizados pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU).

O I Workshop de Integração dos Projetos sobre o CEP reuniu no Campus Pontal do Paraná, além dos coordenadores dos três projetos – que apresentaram resultados parciais após 22 meses de desenvolvimento –, representantes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), analista ambiental do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Turismo do Estado do Paraná e cerca de 35 pesquisadores, graduandos e pós-graduandos diretamente envolvidos nos projetos e interessados.

Além dos coordenadores Paulo Lana (RESICEP), Rodolfo Angulo (MADECEP) e Michel Mahíques (EQCEP), participaram do Workshop a representante do CNPq, Margareth Alves Carvalho, a representante do MCTIC, Andrea Kaled-Cruz, o analista ambiental do ICMBio, Cesar Augusto Horie, e a representantes da SEMA -PR, Fabiana Campos. Foto: Divulgação.

O encontro foi marcado pelas apresentações individuais dos diversos representantes e dos resultados parciais por discentes e sessões plenárias. Além disso, três grupos de trabalho (GT) se debruçaram em temáticas consideradas prioritárias ao Baías CEP: plataforma e compartilhamento de dados; potencialidades de integração; comunicação e divulgação científica.

Relevância

De acordo com Luciene Lima – uma das responsáveis pelo eixo “Cadeias Produtivas” do projeto RESICEP e parceira do MADECEP na área de educação – pesquisadores do Campus Pontal do Paraná da UFPR, da Universidade de São Paulo (USP), da Universidade Tecnológica do Paraná (UTFPR) e da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) estão efetivamente integrados e direcionando sua expertise para a construção coletiva de produtos acerca de objetivos unificados de trabalho no CEP. “A forte integração da pesquisa tem extrapolado para os pilares do ensino e da extensão, à medida que o interesse e a adesão crescente de discentes via voluntariado acadêmico e também da participação de atores comunitários em vários eixos dos projetos cresce exponencialmente”.

A pesquisadora afirma que, além de gerar resultados científicos inéditos e publicações de impacto, o trio Baías CEP prevê a geração de produtos técnicos e de aplicabilidade imediata e direta junto às comunidades. “No eixo Cadeias Produtivas do projeto RESICEP, por exemplo, protocolos e técnicas de captação de sementes de ostras e saúde dos cultivos já são devolutivas aos parceiros das comunidades ostreicultoras”. Outro produto, gerado via componente educacional do MADECEP, é a estruturação do curso de especialização Educação Marinho-Costeira, em parceria com a Secretaria Estadual do Paraná, que é dedicado especialmente a professores de dez escolas estaduais das ilhas do Paraná e cuja aula inaugural ocorrerá na próxima sexta-feira (6).


UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2020 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela AGTIC - Agência de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFPR