Universidade Federal do Paraná

Menu

Ciência e Tecnologia

Pesquisador da UFPR reune práticas bem sucedidas do uso de polímeros no combate à pandemia

Superintendência de Comunicação Social     3 de agosto de 2020 - 12h24

O professor do Departamento de Engenharia Mecânica, Harrison Lourenço Corrêa, defendeu, em artigo, a importância dos materiais poliméricos para a produção de materiais essenciais no combate à covid-19, como os equipamentos de proteção individual (EPIs) usados pelos profissionais da saúde, por exemplo. O texto será publicado na revista Frontiers in Materials e traz, conforme o pesquisador, uma revisão e uma reflexão sobre o assunto. A pesquisa analisou artigos científicos relacionados à produção de máscaras e outros dispositivos com algum tipo de polímero como matéria-prima, tendo como base o primeiro semestre de 2020, mencionando os países, o tipo de polímero utilizado e o produto final ao qual se destinou.

A revisão aborda práticas bem sucedidas de uso de polímeros, materiais muitas vezes apontados como vilões do meio-ambiente. “É um texto reflexivo, à medida que ao longo do artigo são mostrados esses mesmos materiais sendo usados para produção de dispositivos e equipamentos úteis no combate e mitigação da covid-19”, afirma.

Imagem ilustrativa dos processos químicos de um polímero (Pixabay)

Polímeros são compostos químicos que podem ser sintetizados em laboratório, gerando produtos como o acrílico, o polipropileno e o PVC, por exemplo. “Os polímeros são relativamente fáceis de serem processados, transportados e armazenados. E essas características são imprescindíveis para garantia de uma produção em escala e em curto tempo”, destaca o professor.

Máscaras são exemplo de uso de polímeros no combate à pandemia (Foto: Santa Casa de São Carlos/Divulgação)

A reflexão foi feita em co-autoria com Daniela Correa, do Esquadrão de Saúde de Curitiba (ES-CT), e parte do pressuposto de que a redução do estoque de material médico-hospitalar e de equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde e para o público em geral levou ao surgimento de movimentos alternativos de produção a partir do material. A demanda por EPIs aumentou em poucos meses e teria sido suprida em grande parte pelos polímeros, de acordo com o pesquisador.

“Não creio que outros materiais que não os poliméricos tivessem tamanho sucesso no enfrentamento da pandemia. Se relembrarmos as notícias sobre os primeiros meses da disseminação da Sars-Co-2, veremos que os estoques de EPIs esgotaram-se em nível global. A recomposição parcial só foi possível graças às características dos polímeros”, aponta. Apesar disso, o professor também lembra que os materiais impactam negativamente o ambiente, sendo necessária a criação de uma cultura alinhada com as práticas sustentáveis e na circularidade – quando os resíduos retornam à cadeia produtiva.

Entre os bons exemplos associados ao uso do material, no Brasil, o pesquisador destacou iniciativas das universidades públicas relacionadas à produção de EPIs por meio de impressão 3D. As técnicas de moldagem de placas poliméricas para face shields , máscaras de proteção, a partir de garrafas PET seriam uma opção ao descarte usual. “A própria UFPR, através do Projeto Engenhar-Mec (Departamento de Engenharia Mecânica), tem desempenhado papel fundamental para suprimento de protetores faciais aos hospitais e clínicas de Curitiba. O Instituto Tecnológico da Aeronáutica, por meio do Centro de Competências em Manufatura, também tem atuado de modo exemplar”, observou.

Saiba tudo sobre as ações da UFPR relacionadas ao coronavírus


UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2020 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela AGTIC - Agência de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFPR