Universidade Federal do Paraná

Menu

Extensão e Cultura

Núcleo de Estudos em Sistemas Pesqueiros e Áreas Marinhas Protegidas lança canal no Youtube; 1º vídeo aborda pesca de arrasto de camarão

Superintendência de Comunicação Social     29 de julho de 2020 - 16h21

O Núcleo de Estudos em Sistemas Pesqueiros e Áreas Marinhas Protegidas (Nespamp), do Campus Pontal do Paraná – Centro de Estudos do Mar lançará, no dia 30 de julho, o Canal Nespamp: diálogos e saberes marinhos no Youtube. O primeiro vídeo, intitulado “Limpando a sujeira na pesca de arrasto de camarão”, com duração aproximada de 14 minutos, será liberado às 17h45.

O vídeo é resultado de projetos de pesquisa e extensão realizados pelo Nespamp nos últimos oito anos, relacionados ao diálogo sobre a redução da fauna acompanhante na pesca artesanal de arrasto de camarões. De acordo com o professor do curso de pós-graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos da UFPR, Rodrigo Pereira Medeiros, medidas para reduzir o impacto da atividade sobre a biodiversidade marinha têm sido incentivadas. “Entre elas, está o uso de modificações na estrutura das redes para reduzir a captura indesejada de animais marinhos, conhecida como fauna acompanhante, que pode representar até 90% do total capturado, dependendo do local, época de pesca, tipo de rede e forma de realizar a pescaria”, afirma. 

Medeiros explica que apesar do reconhecimento mundial da importância econômica, social e cultural da atividade pesqueira, a implementação dessas ações muitas vezes não é discutida por quem as utiliza: os pescadores. “O Nespamp acredita que a melhor forma de trazer benefícios para a pesca é um trabalho conjunto entre universidade e comunidades pesqueiras, com a integração de diferentes conhecimentos”.

O vídeo foi produzido e dirigido pela equipe do Núcleo de Estudos, em conjunto com Salmo Manuel de Borba, pescador artesanal de Pontal do Sul. O material oferecerá orientações sobre como utilizar a Grelha Nordmore, uma modificação na rede – conhecida como BRD, do inglês Bycatch Reduction Devices [Dispositivos de Redução da Fauna Acompanhante]. O instrumento pode reduzir em mais de 60% a captura da fauna acompanhante, informa o docente da UFPR.

A continuidade das ações de extensão pesqueira previam a realização de encontros e oficinas nas comunidades para demonstração do desempenho e da montagem dos BRDs nas redes de arrasto no litoral do Paraná e de Santa Catarina. “Com a necessidade de distanciamento social, surgiu a necessidade de manutenção do diálogo e troca de conhecimentos a partir das plataformas digitais”, pontua Medeiros.  

Logo após o lançamento do vídeo, está prevista live no Facebook. Pelo Youtube, o bate-papo será aberto às 18h, com a participação de Salmo e dos responsáveis técnicos do Nespamp. Os pescadores e pescadoras poderão tirar dúvidas sobre a rede e sua montagem e receber orientações diretamente do profissional. 

Para facilitar a participação daqueles que não têm acesso contínuo à internet, foi disponibilizado o contato de whatsapp (47) 99193 9981 para que enviem vídeos, com perguntas e comentários que serão retransmitidos ao vivo, durante as lives.

Outros vídeos serão disponibilizados periodicamente no canal. Diálogos e entrevistas com pessoas que trabalham com pesca artesanal e representantes de unidades de conservação marinho-costeiras brasileiras também estão previstos.


UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2020 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela AGTIC - Agência de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFPR