Universidade Federal do Paraná

Menu

Extensão e Cultura

Músicas raras da corte francesa do século XVII ganham álbum com músicos da UFPR

Superintendência de Comunicação Social     23 de outubro de 2020 - 5h28

Com o título “Nossos Espíritos Livres: árias da corte francesa do século XVII” e ainda sem lançamento oficial devido à pandemia, a professora Silvana Scarinci, no alaúde, ao lado da soprano Marília Vargas e outros músicos especializados em música antiga apresentam o álbum que traz um repertório raro de músicas do período barroco na França.

Silvana Scarinci e Marília Vargas durante gravação para o álbum “Nossos espíritos livres”

Durante a espera para o lançamento, o estúdio Trilhas Urbanas, que fez a gravação, vem divulgando as faixas do trabalho no Youtube, que podem ser acessadas na playlist aqui.

O repertório traz músicas como “Passacalle, la folie” de Henri du Bailly  e “Soupirs meslés d’amour” de Pierre Guédron, que representam o estilo dominante da música na corte francesa do período.

Segundo Scarinci e Maya Suemi Lemos, que assinam o encarte do álbum, a “ária de corte” passou a ser muito produzidas desde o século XVI e, em meados do século XVII, “nos legou pequenas joias da monodia, de expressão sutil e delicada, executadas com uma virtuosística e refinada ornamentação vocal – da qual a presente gravação faz prova – e condizentes com as aspirações sentimentais e de civilidade cortesã que haviam levado ao seu surgimento”.

Intérpretes

A professora Silvana Scarinci coordena o Laboratório de Música da UFPR – Foto: Divulgação

Vargas debutou no Teatro Guaíra, aos 12 anos, como o Pastor na ópera Tosca, sob direção do maestro Alceo Bocchino. Estudou com Neyde Thomas, Montserrat Figueras, Christoph Prégardien, Silvana Bartoli e Barbara Bonney. Foi premiada nos concursos Bidu Sayão, Maria Callas, Friedl Wald Stifftung e Margherite Meyer.

Uma das mais ativas e respeitadas sopranos de sua geração, a brasileira Marília Vargas divide seu tempo entre concertos, master classes e festivais de música, que a levam regularmente a diversos países europeus, da América Latina, Japão e China.

Marília Vargas é também professora de Canto Lírico e da Oficina de Música Barroca da Escola Municipal de Música de São Paulo, professora de Canto Barroco na Escola de Música do Estado de São Paulo e preparadora vocal do Coral Jovem do Estado.

Scarinci é especialista na música europeia do século XVI e XVII. A presença da professora é constante em eventos de música antiga no Brasil e no exterior, tanto como alaudista e teorbista como pesquisadora, tendo tocado ao lado de músicos de renome. Em 2017 foi convidada para a apresentação, junto à Haymarket Opera Company em Chicago, da ópera Ariane et Bacchus de Marin Marais (1656 – 1728), que redescobriu e recuperou por meio de suas pesquisas.

A produção foi feita pela Paideia, Escola de Música e Produções Artísticas, e o estúdio Trilhas Urbanas. A ideia do projeto nasceu de um concerto em 2014 com Silvana Scarinci e a soprano, quando foi selecionado o repertório. Apresentado a um edital da Fundação Cultural de Curitiba (FCC) o projeto foi aprovado e contou com aporte financeiro do Colégio Positivo para ser efetivado.


UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2020 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela AGTIC - Agência de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFPR