Universidade Federal do Paraná

Menu

Extensão e Cultura

Mercado de peixe de Matinhos ganha nova fachada, pintada com a participação de alunos da UFPR Litoral

Superintendência de Comunicação Social     17 de dezembro de 2018 - 16h03

O mercado de peixes de Matinhos está com cara nova para a temporada de verão. Uma ação conjunta entre a Secretaria de Turismo da Prefeitura de Matinhos e o projeto de extensão Conhecendo e Vivenciando as Artes Visuais, da UFPR Litoral, resultou na pintura de um mural no local, ilustrado com elementos do ecossistema marinho do litoral do Paraná.

“Aceitamos o desafio e elaboramos o mural com a consultoria da Associação MarBrasil, indicada pelo programa Labmóvel (UFPR)”, conta a professora Carla Ruschmann, coordenadora do projeto. Após a elaboração das ilustrações, o mural foi aprovado pela Associação dos Pescadores do Mercado do Peixe e pelas secretarias de Meio Ambiente e do Turismo.

O mural foi obra foi pintado por alunos da UFPR Litoral e voluntários externos. Foto: Comunicação – UFPR Litoral

A obra foi executada pelas bolsistas do projeto de extensão, por estudantes do curso de Licenciatura em Artes e voluntários externos. Sheron Nunes, estudante de Artes, disse que decidiu ser voluntária para ajudar a melhorar a autoestima dos comerciantes e pescadores. “Nas primeiras horas de pintura todos foram acompanhar o processo e se disponibilizaram a nos ajudar. Ouvi que o mercado estava precisando de uma cara nova. Foi importante notar essa relação positiva da universidade com a comunidade, notar os comerciantes e pescadores se identificando através da arte, e vivenciar tudo isso”, contou Sheron.

Para a empresária Léa Resende Archanjo, de 70 anos, participar da pintura junto com estudantes de Artes, guardadores de carros e vendedores ambulantes foi uma experiência rica e inesquecível. “O mercado de peixes ficou lindo e nosso trabalho está lá eternizado naqueles painéis que serão atração turística da cidade. Parabéns à UFPR e à professora Carla por envolver a comunidade num projeto que tanto beneficia nosso município”, disse Léa.