Universidade Federal do Paraná

Menu

Ciência e Tecnologia

Equipe do ProToninhas percorre litoral de SC, PR e SP para devolutiva a comunidades

Superintendência de Comunicação Social     18 de novembro de 2020 - 10h01

Ao longo das próximas semanas a equipe do projeto ProToninhas estará em campo para mais uma etapa de construção de diálogos com os pescadores artesanais dos estados de Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Pesquisadores farão uma primeira devolutiva de resultados e também irão discutir novas direções e ideias, identificando lacunas e ajustes necessários. A atividade é parte da iniciativa Conservação da Toninha, realizada pelo Laboratório de Ecologia e Conservação da UFPR, pela Associação MarBrasil e outras instituições parceiras.

Reuniões presenciais envolvem grupos das comunidades pesqueiras (Foto: Divulgação)

Toninhas são animais marinhos da costa brasileira, semelhantes aos golfinhos, ameaçados de extinção. A redução populacional da espécie está relacionada à mortalidade por redes de pesca, que as capturam acidentalmente, e degradação do habitat pela poluição.

A primeira devolutiva do projeto engloba três vertentes: a integração de resultados obtidos pela percepção de pescadores sobre questões sociais, ambientais e econômicas que envolvem a sua atividade e as espécies marinhas, com enfoque na toninha; a caracterização e esforço pesqueiro em algumas localidades nos três estados e as informações obtidas durante os monitoramentos de desembarque pesqueiro. O objetivo também é identificar se o projeto está interpretando e integrando dados e conhecimentos de maneira que os entrevistados se reconheçam no conjunto.

Devido à pandemia, os encontros presenciais serão para grupos pequenos e apenas com enfoque nas comunidades acompanhadas quanto ao desembarque pesqueiro. Farol de Santa Marta, Barra Velha e Itapoá fazem parte da agenda de Santa Catarina. Na próxima semana, as reuniões serão em São Paulo, na Praia Grande, Mongaguá e entorno, na região de Ilha Bela e Ubatuba. A última semana, já em dezembro, será de reuniões no Paraná, em Shangrilá e em Matinhos. Ao final desta etapa, serão realizadas reuniões online, em que a equipe espera também o envolvimento de governo, instituições ambientais em geral, pescadores e movimentos associados, além de outros pesquisadores e grupos de interesse no tema.

A realização do Projeto Conservação da Toninha é uma medida compensatória estabelecida pelo Termo de Ajustamento de Conduta de responsabilidade da empresa Petrorio, conduzido pelo Ministério Público Federal, com implementação do Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio). Além da UFPR, estão envolvidos Instituto Kaosa, Instituto Aqualie, Instituto Biopesca, Gemars, LIBGeo/Univali, Projeto Toninhas/UNIVILLE, LABZoo/UDESC, FURG.

Para participar das reuniões virtuais, que ocorrerão entre 02 e 04 de dezembro deste ano, escreva para o e-mail toninhafmaii@gmail.com ou para o Whats App (41) 997024673.

Saiba mais sobre as pesquisas da UFPR relacionadas ao ambiente marinho


UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2020 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela AGTIC - Agência de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFPR