Universidade Federal do Paraná

Menu

+ UFPR

Equipe da UFPR estuda baleia de quase 20 metros que encalhou na Ilha do Mel

Aline Nunes     22 de setembro de 2021 - 15h22

A baleia-fin está ameaçada de extinção. Coleta de materiais biológicos vai auxiliar pesquisas científicas. Foto: LEC/CEM/UFPR.

Pesquisadores do Laboratório de Ecologia e Conservação (LEC) do Centro de Estudos do Mar (CEM) da UFPR registram o encalhe, coletam materiais biológicos e avaliam as condições da carcaça de uma baleia-fin (Balaenoptera physalus) que encalhou na praia grande da Ilha do Mel, em Paranaguá, no litoral paranaense. É o primeiro registro de encalhe de uma baleia da espécie no Paraná.

Duas equipes do LEC, por meio do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos, estiveram no local na manhã desta quarta-feira. A baleia era um macho, adulto. “Este é um registro incrível para a nossa região e o trabalho da equipe que conduz a necropsia permitirá que os pesquisadores avaliem a condição de saúde e a possível causa da morte do animal”, ressalta a coordenadora do laboratório, a bióloga Camila Domit. Amostras biológicas serão enviadas para laboratórios parceiros para apoiar projetos de pesquisa direcionados a espécie, que tem amplo interesse global.

Operação

A baleia-fin é a segunda maior espécie de baleia do mundo. Foto: LEC/CEM/UFPR.

A operação de atendimento do encalhe também mobilizou o Instituto Água e Terra (IAT) e 27 servidores da Prefeitura de Paranaguá para dar destino à carcaça. O procedimento para enterrar a baleia cumpre o Protocolo de Atendimento a Encalhes de Animais Marinhos no Litoral do Paraná – PRAE (SEDEST/IAT/IBAMA).

Baleia-Fin

A baleia-fin é a segunda maior espécie de baleia existente no oceano, perdendo em tamanho apenas para a baleia azul. É considerada uma espécie ameaçada de extinção e está envolvida no Plano de Ação Nacional para Conservação de Espécies Ameaçadas de Extinção – PAN/ICMBIO.

Encalhes

Os encalhes de baleias no litoral do Paraná estão mais frequentes em 2021. Pesquisadores estudam as razões. Foto: LEC/CEM/UFPR.

De acordo com Camila Domit, os encalhes de baleias no litoral do Paraná neste ano foram mais frequentes do que em anos anteriores. Até agora, foram registrados 12 encalhes de baleias-jubarte, um de baleia-sei, um de baleia-de-minke, e um de baleia-fin, ocorrido nesta terça-feira, 21 de setembro.

* Com informações do LEC/UFPR.


UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2021 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pela AGTIC - Agência de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFPR