Universidade Federal do Paraná

Menu

Ensino e Educação

Curso do Parfor realiza reunião com secretarias estaduais e municipais de educação e instituições parceiras

Superintendência de Comunicação Social     17 de junho de 2019 - 12h48

A Universidade Federal do Paraná promove nesta segunda-feira (17) uma reunião do curso de segunda licenciatura em Letras Alemão do Plano Nacional de Formação de Professores da Rede Básica (Parfor). Representantes de Secretarias Estaduais e Municipais de Educação do Paraná e de Santa Catarina e instituições parceiras participam das atividades durante todo o dia.

O Parfor é promovido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação (MEC) com o objetivo de fomentar a oferta à educação superior a profissionais do magistério. Um dos requisitos é que o aluno seja professor e atue na rede pública de educação básica.

Abertura da reunião do curso de segunda licenciatura em Letras Alemão do Parfor. Foto: Marcos Solivan

Durante a abertura da reunião, a coordenadora geral do Parfor na UFPR, professora Simone Medina, destacou as ações do Plano em dez anos de existência. “Até 2017, tivemos 2.315 turmas concluídas no País e aproximadamente 45 mil professores formados. Os cursos ofertados pelo Parfor atingiram professores de todas as disciplinas curriculares nos ensinos fundamental e médio”.

A coordenadora do curso de segunda licenciatura Letras Alemão, professora Catarina Portinho Nauiack, reforçou a importância do ensino da língua alemã pelo Parfor. “Desde antes da chegada dos primeiros europeus, muitas línguas foram e são faladas na vastidão do nosso território e na multiplicidade étnica da nossa população”, disse. “Resgatar, preservar, valorizar a nossa história são os fundamentos que irão balizar o nosso futuro. Ensinar alemão aos cidadãos brasileiros é construir pontes para o diálogo com a quarta economia mundial além de considerar as inúmeras empresas alemãs que atuam em território brasileiro”.

O pró-reitor de Graduação e Educação Profissional, Eduardo Barra, lembrou a relevância do curso do ponto de vista da relação com as comunidades. “As prefeituras recebem as demandas de manter a língua que os alunos falam nas comunidades por estarem próximas do contexto cultural de onde vêm os alunos. Manter o ensino da língua alemã torna a escola mais próxima do estudante”.

“A UFPR quer estabelecer parcerias para fazermos juntos a formação de professores. Da nossa parte, queremos cada vez mais ter a presença de vocês aqui”, afirmou Barra.

Também participaram da mesa de abertura da reunião o chefe do departamento de Polonês, Alemão e Clássicas, professor Paulo Soethe, e a coordenadora local do curso em Joinville, professora Mônica Lingnau Krueger.

A programação da reunião inclui apresentação do histórico das atividades desenvolvidas pelo curso, parceiros internacionais e criação de uma rede de cooperação entre as instituições.

Foto: Marcos Solivan

Parfor

O Programa oferece, por meio de instituições de ensino superior brasileiras, turmas especiais de cursos de licenciatura – para docentes que não tem formação em nível superior -, de segunda licenciatura – destinada àqueles que possuem licenciatura em área diferente da sua atuação em sala – e de formação pedagógica – para professores com curso superior, mas sem habilitação em licenciatura.

A UFPR já ofertou, no âmbito do Parfor, os cursos de Formação Pedagógica e de Segunda Licenciatura nas áreas de Ciências Sociais, Física, Música e Letras Alemão. Segundo a coordenadora, 127 professores já foram formados pela UFPR por meio do Programa. Em 2012 iniciaram as primeiras turmas: Formação Pedagógica, concluída em 2014 com 18 alunos, e Segunda Licenciatura em Música – finalizada em 2015 com 21 formandos. “Em 2013 tivemos a abertura de três cursos de Segunda Licenciatura: em Ciências Sociais – 26 formados -, em Física – 9 – e em Música – 15. Em 2014 tivemos novamente uma turma de Formação Pedagógica, que formou 11 alunos”.

Estão em andamento uma turma de Segunda Licenciatura em Música e três em Letras Alemão. O Programa é vinculado à Coordenação de Políticas de Formação de Professores (Copefor) da Prograd.

Os docentes interessados em participar dos cursos do Parfor podem cadastrar seus currículos na Plataforma Freire. As pré-inscrições são avaliadas pelas secretarias de educação estaduais ou municipais e, se validadas, são encaminhadas às instituições de ensino superior para seleção.

Futuro do Parfor

De acordo com a coordenadora do Parfor na UFPR, em 2018, a Capes lançou um novo edital para abertura de apenas 150 turmas em todo o Brasil. “Com essas novas turmas serão atendidos cerca de cinco mil alunos, número menor que a capacidade de atendimento das universidades e a demanda de professores da rede pública de educação básica, sendo que tínhamos mais de 50 mil professores inscritos”.

Apesar do futuro incerto, o pró-reitor Eduardo Barra avalia que a formação que a UFPR oferece aos professores tem tido bons resultados. “A qualidade da formação tem sido muito bem recebida pelos organismos que fomentam esse programa, como a Capes e representações diplomáticas da Alemanha no Brasil, como o DAD – Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico – um órgão que tem financiado a ida dos professores a Alemanha para imersão na língua e cultura alemã”.


UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2019 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR