Universidade Federal do Paraná

Menu

Extensão e Cultura

Centro Politécnico recebe Caravana PIC

Bruna Bertoldi Gonçalves     17 de outubro de 2018 - 17h10

A Caravana do Plano Institucional de Cultural (PIC) da UFPR foi realizada no Centro Politécnico nesta quarta-feira, 17, com exposições, rodas de conversas, oficinas e apresentações artísticas. As atividades estimulam o intercâmbio de conhecimentos e entendimentos sobre a cultura promovida por membros da Universidade. Durante o evento, foram coletadas informações sobre atividades e espaços culturais.

Apresentação musical realizada durante a Caravana PIC no Centro Politécnico. Fotos: Vinicius Costa – Proec/UFPR

A ação foi promovida pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec), em parceria com o Setor de Tecnologia, o Setor de Ciências da Terra, o Setor de Ciências Exatas e o Setor de Ciências Biológicas. O PIC/UFPR, documento que torna pública a política institucional para essa área, tem o objetivo de promover a igualdade por meio da educação e da cidadania, além de garantir o reconhecimento da diversidade e a valorização das culturas e suas expressões.

De acordo com o pró-reitor de Extensão e Cultura da Universidade, professor Leandro Franklin Gorsdorf, a caravana apresenta três pilares: diagnóstico, mobilização e prognóstico para o futuro. “Nesse sentido, a Caravana também tende a ter uma grande missão, que é a democratização da cultura – do que está sendo feito não apenas pela Proec, mas também a cultura que está sendo exercitada pelos coletivos e grupos de cada um dos campus que estamos passando. Estamos construindo uma ideia coletiva de cultura”, afirma. Membros da UFPR podem responder a um questionário on-line para mapear o perfil e a situação cultural da comunidade acadêmica.

“O PIC é um plano para durar 10 anos na Universidade. É a construção de uma política interna voltada à cultura. Nesse sentido, a nossa intenção foi trazer a Proec para dentro dos campus. Primeiro para as pessoas conhecerem o que é – hoje é composta da cultura, da extensão, da Editora UFPR, do MusA e do MAE – e, no segundo momento, abrimos um edital para que o próprio campus apresente o que faz em termos de cultura”, esclarece a coordenadora de Cultura da UFPR, professora Claudia Madruga Cunha.

A “Roda de Conversa Design Editorial” discutiu a produção da revista Tinteiro da Editora UFPR.

A exposição “Palavras do Paraná”, da Secretaria de Estado da Cultura do Paraná, revelou detalhes das obras de 13 escritores paranaenses. Os participantes puderam conhecer o trabalho do Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE) e do Museu de Arte (MusA) da UFPR, com uma mostra do acervo. Uma visita monitorada ao Museu de Ciências Naturais também integrou a programação, que contou com práticas de meditação, apresentações musicais, rodas de conversa e atividades promovidas pelo Grupo de Estudos e Pesquisa em Espaço, Lazer e Cidade (Geplec), com práticas de lazer de forma reflexiva e lúdica. O “TOM – Caderno de Ensaios” foi apresentado ao público durante a Caravana no Centro Politécnico. “A proposta é fazer circular um caderno temático, que é sempre proposto de uma maneira bem inusitada. Ele é totalmente experimental: não tem temática, tamanho, formato fixo, e a estética varia de uma edição para a outra”, explica Claudia.

A exposição “Palavras do Paraná” apresentou detalhes de obras de escritores paranaenses.

O próximo espaço a receber a Caravana PIC será o Campus Reitoria, no dia 31 de outubro. A programação completa está disponível aqui.

Confira como foi a passagem da Caravana PIC no Prédio Histórico da UFPR em setembro.