Universidade Federal do Paraná

Menu

Ensino e Educação

Alunos da UFPR divulgam tópicos de veterinária no Instagram

Simone Meirelles     18 de fevereiro de 2019 - 11h56

Problemas de cães e gatos estão entre os temas abordados

Por que os cachorros têm coceira inexplicável? O que diferencia a intolerância à lactose de uma alergia ao leite? Como funciona o transplante fecal? Os alunos do segundo e terceiro períodos de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Paraná respondem a essas e outras perguntas na página Fisiologia Veterinária UFPR (@fisiovetufpr) no Instagram. Durante todo o ano de 2018, a atividade fez parte das disciplinas de Fisiologia Veterinária, sob orientação da professora Maíra Valle, do Departamento de Fisiologia.
Cada grupo ficou responsável por três posts e um quiz, com conteúdo baseado em artigos publicados recentemente sobre o sistema nervoso, endócrino, digestório e respiratório dos animais. “O quiz ajuda na fixação do conteúdo. Todo o trabalho visa a fixação e o aprofundamento do conhecimento de forma lúdica, pois é uma geração que usa muito o Instagram”, explica a professora Maíra.

A acadêmica Juliana Ascenço Lopes conta que os grupos tiveram diferentes níveis de dificuldade. “Nós falamos sobre alergia alimentar. O difícil foi escolher coisas que seriam mais interessantes, pois tinha muito assunto. É uma forma legal de passar para as pessoas que não estão envolvidas com a veterinária conteúdos de forma simples”.  Já para a aluna Thayara Aline Nadal, trabalhar com a linguagem acessível das redes sociais contribuiu para a sua formação profissional. “Na clínica, nós temos que saber nos comunicar com tutores, dizer o que está acontecendo com o animal”, diz.
A professora Maíra Valle revela que durante o processo foram necessárias algumas adaptações. “Um amigo me sugeriu inserir as descrições das figuras com a hashtag #pracegover. Para este ano, estou pensando em colocar os textos em inglês. Também, orientei os alunos a usar apenas imagens sem direitos autorais. Eu dou a aula, oriento, mas são eles que fazem todo o trabalho”, relata.

Veja uma das dicas publicadas:

“Seu cachorro tem uma coceira excessiva e inexplicável? Ou você notou que as bolas de pelo do seu gato espalhadas pela casa aumentaram? Tenha muito cuidado, pois esses podem ser sintomas de algum tipo de alergia alimentar. Estima-se que de 15% a 25% dos cães e gatos possuam alguma alergia alimentar! Os principais alimentos responsáveis por esse quadro são as carnes vermelhas e de frango, lacticínios e trigo para cães, enquanto que para os gatos os principais alimentos alergênicos são as carnes de frango, peixe e bovina. Além da coceira e da perda de pelos, outros sintomas são característicos de alergia a algum tipo de alimento, principalmente dermatites, que podem se manifestar como erupções cutâneas, vermelhidão e irritações. Também podem ser observados episódios de vômito e diarreia aquosa nos gatos. Portanto, não deixe de ir sempre a uma clínica veterinária se perceber quaisquer mudanças no seu amigo.”

Para acompanhar o material produzido pelo grupo basta acessar www.instagram.com/fisiovetufpr.

 


Outras notícias

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2019 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR