Universidade Federal do Paraná

Menu

+ UFPR

Administração Central da UFPR recebe visita da diretoria da Ebserh

Bruna Bertoldi Gonçalves     16 de abril de 2019 - 17h24

O reitor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), professor Ricardo Marcelo Fonseca, e a vice-reitora, professora Graciela Bolzón de Muniz, receberam a visita da diretoria executiva da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) na última segunda-feira, 15 de abril.

“Foi uma conversa muito positiva. O general Oswaldo sinalizou que a Ebserh está à disposição dos hospitais e das universidades, reafirmando a importância que consideram, enquanto diretoria, dessa dimensão de hospital-escola e do protagonismo das universidades na gestão do hospital”, afirma o reitor. A superintendente do Complexo Hospital de Clínicas (CHC), professora Claudete Reggiani, e o gerente de Atenção à Saúde, professor José Luiz de Godoy, participaram da reunião.

A Administração Central da UFPR recebeu membros da diretoria executiva da Ebserh no dia 15 de abril. Foto: Nicolle Schumacher/Sucom-UFPR

Esta é a primeira vez que o atual presidente da Empresa, general Oswaldo de Jesus Ferreira, empossado em janeiro, visita a UFPR e o CHC, localizado em Curitiba. A unidade é um dos maiores hospitais da Rede Ebserh.

O diretor de Gestão de Pessoas, Rodrigo Augusto Barbosa, o diretor de Atenção à Saúde, Giuseppe Cesare Gatto, e a diretora de Tecnologia da Informação, Simone Henriqueta Cossetin Scholze, integraram a comitiva. Os gestores da Ebserh também se reuniram com representantes das secretarias de saúde municipal e estadual no início da semana.

O CHC é formado pelo Hospital de Clínicas (HC) e pela Maternidade Victor Ferreira do Amaral, a mais antiga do estado. O HC é o maior prestador de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) do Paraná e tem como missão prestar assistência hospitalar à comunidade e ser campo para o ensino, a pesquisa e a extensão.

A Ebserh é vinculada ao Ministério da Educação (MEC) e administra 40 hospitais universitários federais. O HC passou a integrar a rede de hospitais que têm gestão compartilhada em outubro de 2014. 

Mais informações aqui.