Universidade Federal do Paraná

Menu

Ciência e Tecnologia

Rede de pesquisa e educação automotiva entre Brasil e Alemanha publica ações com conhecimento sobre mobilidade transferido para sociedade

Superintendência de Comunicação Social     5 de fevereiro de 2019 - 14h47

“Mobilidade. Transferência. Sociedade” é o título da segunda publicação da Rede Aplicada de Pesquisa e Educação Automotiva (Applied NetWork on Automotive Research and Education – Aware). A chamada da edição 2017-2019 remete ao conhecimento transferido para a sociedade e a indústria automotiva a partir de pesquisas e ações realizadas pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a universidade alemã Technische Hochschule Ingolstadt (THI), que integram a Rede Aware. Os artigos são escritos pelos membros e parceiros da Aware, da ciência, política e indústria.

Clique aqui e acesse a segunda publicação da Rede Aware. Imagem: Divulgação

Clique aqui e acesse a segunda publicação da Rede Aware. Imagem: Divulgação

De acordo com a diretora operacional Anne-Sophie Lohmeier, da THI, que representa a Aware na Alemanha e no mundo, a publicação abre caminho para uma nova abordagem: a avaliação e desenvolvimento de atividades de educação não apenas do ponto de vista da universidade, mas também da perspectiva de uma relevância social mais ampla.

O livro compara o sistema alemão e o brasileiro em áreas como empreendedorismo, inovação organizacional, internacionalização, atividades universitárias e formatos de eventos, permitindo participação da sociedade. “Na verdade, é também uma revisão de todas as atividades e projetos cruciais que ocorreram durante o segundo período de financiamento da Rede Aware, de 2017 até o final de 2018”, acrescenta Anne-Sophie.

A publicação é financiada pelo Ministério Federal para Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF) e o Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD).

Da academia para a indústria

A Aware é uma rede aplicada de pesquisa e educação automotiva entre universidades, parceiros da indústria e outras instituições públicas no campo de engenharia e gerenciamento automotivo. O principal objetivo é fomentar a cooperação internacional no ensino, pesquisa e transferência de conhecimento, experiência e prática. “Consideramo-nos altamente orientados para a aplicação e a tecnologia, com forte potencial de transferência entre a academia e a indústria”, diz a diretora operacional da Rede Aware, Anne-Sophie Lohmeier, da universidade alemã THI.

A Rede foi criada em 2013, quando obteve o financiamento do Ministério Federal para Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF) e do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD). O Brasil foi o principal parceiro desde o início das atividades.

Participantes de evento internacional de Engenharia e Gestão Automotiva durante visita técnica à fábrica da Volvo, na Cidade Industrial de Curitiba, em novembro do ano passado. Foto: Gustavo Romero de Souza Santos/Divulgação

Participantes de evento internacional de Engenharia e Gestão Automotiva durante visita técnica à fábrica da Volvo, na Cidade Industrial de Curitiba, em novembro do ano passado. Foto: Gustavo Romero de Souza Santos/Divulgação

Desde 2013, mais de 240 brasileiros foram para a THI, na Alemanha, e mais de 230 alemães visitaram a UFPR ou a UFSC para realizar projetos conjuntos. Entre eles, graduados, mestres e doutorandos, pesquisadores, professores e funcionários administrativos.

Na UFPR, os professores e estudantes envolvidos são vinculados principalmente aos departamentos de Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica. Em 2018 o curso de Engenharia de Produção também passou a integrar o projeto. A coordenação geral da Rede Aware na UFPR é feita pelo professor Ewaldo Mehl, do Departamento de Engenharia Elétrica.

Empresas com sede na Alemanha também integram a Rede, como Audi, Continental, Sparks, Arculus, Pixida e Airbus, que sugeriram temas para as pesquisas. E, no Brasil, passaram a participar agentes públicos de pesquisa e certificação, como Lactec e Fundação Certi, e instituições ligadas aos setores industrial e comercial, como Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), tanto do Paraná quanto de Santa Catarina.

A escolha do Brasil e da UFPR

Anne-Sophie explica que a universidade alemã THI identificou um potencial na cooperação com o Brasil. “Soluções tradicionais de engenharia, digitalização e soluções de mobilidade inteligente, economia de compartilhamento e soluções de cidades inteligentes são apenas alguns dos vários tópicos de interesse conjuntos”, diz. Ela acrescenta que a UFPR e a UFSC foram selecionadas como os principais parceiros acadêmicos. “Já estávamos realizando alguns projetos conjuntos e eles [UFPR e UFSC] nos convenceram de sua alta qualidade no campo da engenharia”, afirma.

Difusão do conhecimento

A Rede Aware possui seis grupos de pesquisa binacionais em áreas como mobilidade elétrica e sistemas de segurança de baterias, segurança passiva do veículo, gestão de varejo e responsabilidade social corporativa, entre outras. Em 2018 foram publicados oito artigos; orientados e publicados 30 projetos de graduação, mestrado e doutorado; apresentados resultados de pesquisa em 16 conferências internacionais.

Estudantes da UFPR, UFSC e da universidade alemã THI no Fórum eMobility, realizado em Ingolstdat, na Alemanha, em junho do ano passado. Foto: Ewaldo Luiz de Mattos Mehl/Divulgação

Estudantes da UFPR, UFSC e da universidade alemã THI no Fórum eMobility, realizado em Ingolstdat, na Alemanha, em junho do ano passado. Foto: Ewaldo Luiz de Mattos Mehl/Divulgação

Entre os resultados e ações implementadas desde o início de sua atuação, em 2013, estão:

* Programa de mestrado com duplo diploma (UFPR e THI). Alunos de mestrado em Engenharia Elétrica ou Engenharia Mecânica da UFPR fazem parte do curso da Alemanha e podem obter o diploma de mestre em Engenharia Automotiva Internacional fornecido pela THI, além do diploma de mestrado da UFPR. O programa é coordenado na UFPR pelo professor Evelio Martín García Fernández, do Departamento de Engenharia Elétrica, e pela professora Maria José Jerônimo de Santana Ponte, do Departamento de Engenharia Mecânica.

* O Fórum eMobility como um evento para networking e intercâmbio técnico em tecnologias de mobilidade foi estabelecido uma vez por ano na Alemanha ou no Brasil.

* Um programa de intercâmbio para palestrantes convidados com recursos de financiamento específicos.

* Cooperação entre academia e indústria no Paraná e em Santa Catarina por meio de pesquisa conjunta e programas de estágio.

* Uma escola de verão automotiva anual com palestras, projetos de laboratório e atividades na Alemanha e no Brasil.

Além disso, a Aware foi convidada para conferências internacionais de ensino superior na Europa e na América do Sul como rede de melhores práticas na cooperação de ensino superior.

Expansão em 2019

Um novo projeto será implementado em 2019 pela Rede Aware: o AIM (Automotivo. Inovação. Momento), coordenado na UFPR pela professora Karin Graf, do Departamento de Engenharia Mecânica. O foco é a transferência para o Brasil de módulos de ensino para aplicação no estabelecimento de programas de estudo com a indústria. Um novo programa de mestrado em Engenharia Automotiva ainda deve ser criado no ano que vem entre a UFPR, a THI e o Senai Paraná. Além disso, a Aware está em processo de expansão gradual para outros países latino-americanos, como Argentina, Colômbia e México.

Até o ano passado, a Rede se concentrava em pesquisa e educação. Nos próximos anos, a intenção é intercambiar também as melhores práticas e conhecimentos em administração universitária e os chamados projetos de Terceira Missão, que tratam da sociedade em geral.

Segundo Anne-Sophie, da universidade alemã THI, enquanto a Terceira Missão é relativamente nova para as universidades alemãs, as instituições educacionais latino-americanas têm enfatizado sua responsabilidade social desde seus primórdios. “É por isso que a Terceira Missão foi finalmente incluída na Agenda 2019 da Aware, constituindo outro efeito de transbordamento positivo entre o Brasil e a Alemanha”, diz.

Por Chirlei Kohls
Parceria Superintendência de Comunicação e Marketing (Sucom) e Agência Escola de Comunicação Pública e Divulgação Científica e Cultural da UFPR


Outras notícias

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2019 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR