Universidade Federal do Paraná

Menu

Ciência e Tecnologia

Pioneira no Brasil, Unidade de Apoio às Publicações Científicas alavanca indexação internacional de revistas da UFPR

Superintendência de Comunicação Social     14 de maio de 2018 - 12h56

Os professores José Milton Andriguetto Filho (da revista Desenvolvimento Meio Ambiente) e Luciana Puchalski Kalinke (da revista Cogitare Enfermagem): reconhecimento internacional. Imagem: Nicolle Schumacher.

A UFPR está desenvolvendo uma nova iniciativa, pioneira no Brasil entre as instituições de ensino superior, que garante todo o suporte técnico para a indexação e qualificação internacional de revistas científicas editadas pela Universidade: a Unidade de Apoio às Publicações Científicas Periódicas.

A Unidade é um plano da Reitoria executado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG) que começou a ser desenvolvido em 2017 e já possibilitou o aprimoramento da qualificação de duas publicações científicas editadas por professores da UFPR: as Revistas Desenvolvimento Ambiental-DMA (indexada na base de dados Scopus) e a Cogitare Enfermagem (indexada na base Cinahl).

Na prática, a nova unidade evidencia a qualidade das publicações e amplia a projeção e o conceito positivo da própria UFPR na comunidade científica internacional – uma das metas da atual gestão da Reitoria. A Universidade tem mais de 60 revistas ligadas a programas de pós-graduação e a grupos de pesquisa. Deste total, 47 são indexadas e reconhecidas nas suas áreas de conhecimento.

Motivo de orgulho

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Francisco de Assis Mendonça: “O fato de as duas revistas terem sido reconhecidas por instituições como estas é motivo de muito orgulho. Temos que parabenizar as equipes que produzem as revistas, mesmo com recursos mínimos, e reconhecer seu papel no campo da produção do conhecimento”. Imagem: Nicolle Schumacher.

pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Francisco de Assis Mendonça, destacou o papel importante que as revistas científicas cumprem na UFPR e elogiou a conquista da DMA e da Cogitare. “Elas tornam público o que a Universidade tem de produção cotidiana do conhecimento”, disse. “O fato de as duas revistas terem sido reconhecidas por instituições como estas é motivo de muito orgulho. Temos que parabenizar as equipes que produzem as revistas, mesmo com recursos mínimos, e reconhecer seu papel no campo da produção do conhecimento”.

Mendonça disse que o sucesso do projeto resulta do trabalho que a PRPPG e a Reitoria desenvolvem desde o início da gestão, que inclui um grande investimento na produção e na divulgação do saber. “Claro que, antes, havia apoio às revistas científicas da UFPR, que existem há décadas. Mas, durante um período, faltou um apoio institucional necessário e direcionado a elas. O apoio estava pulverizado e precisava de um suporte institucionalizado. A nossa gestão está dando este suporte agora, com a nova unidade, que está sendo coordenada por uma bibliotecária que tem grande conhecimento internacional neste campo”.

As ações da Reitoria e da PRPPG alinham-se com as políticas institucionais de propiciar uma estrutura adequada para que a Universidade possa atingir metas de excelência nacional e aumentar sua visibilidade internacional. As conquistas com melhores indexações das revistas da UFPR permitem que a Universidade seja projetada internacionalmente.

A Unidade

O objetivo da Unidade de Apoio às Publicações Científicas Periódicas é dar suporte aos editores dos periódicos científicos da UFPR, que estão abrigados dentro do próprio repositório da Universidade e em bases indexadoras internacionais. Eles têm uma grande demanda para a contratação de serviços de editoração eletrônica, indexação das publicações e suporte operacional na fase de edição, publicação e pós-publicação dos artigos. Até a criação da nova unidade, porém, estes serviços eram contratados externamente à UFPR.

Agora, todos estes prestadores de serviços serão disponibilizados pela própria Unidade de Apoio às Publicações Científicas Periódicas. Ela é formada por um grupo multidisciplinar composto por profissionais das áreas de Letras, Biblioteconomia,  Tecnologia da Informação, Administração, Tecnologia da Informação e outras para dar todo o suporte necessário aos editores.

Estes profissionais atuam em cinco grupos: Biblioteconomia e Gestão da Informação, Curadoria Digital (para a manutenção e preservação dos dados), Capacitação, Financeira e Editoração (a maior demanda, que envolve os serviços de revisão, tradução e diagramação dos artigos). A unidade também oferece atendimento de incubadora a publicações novas ou ainda em processo de desenvolvimento.

A chefe da Unidade de Apoio às Publicações Científicas Periódicas, a bibliotecária Vivian Castro Ockner, disse que o trabalho dos editores agora será simplificado. “Com a nova unidade, o trabalho dos editores será feito com mais eficiência. O trabalho de editoração e indexação será todo feito aqui. O editor não vai precisar mais se preocupar com isso”.

DMA

A Revista Desenvolvimento Meio Ambiente (DMA) foi indexada na base de dados Scopus – a maior do gênero no mundo. Em média, a cada ano, apenas 16% das publicações que solicitam a indexação são aceitas pelo Scopus. Nesta avaliação, são considerados indicadores relevantes, como o número de artigos, citações da revista feitas por cientistas, o número de visualizações, a qualidade científica dos artigos, das ilustrações e da editoração eletrônica e até o currículo dos editores.

A DMA circula exclusivamente no meio digital. São três edições por ano (em abril, agosto e dezembro), mais edições temáticas especiais. Em cada uma delas, são veiculados cerca de 20 artigos de cientistas de vários países, sobretudo de nações de Língua Espanhola e Portuguesa. Editada em Português com títulos e resumos em Inglês, a revista recebe cerca de 250 visitantes por dia. Andriguetto planeja, agora, veicular a revista em Português e Inglês, ampliando ainda mais seu alcance e sua visibilidade junto à comunidade científica internacional.

A DMA tem como editores-chefe o professor-doutor José Milton Andriguetto Filho (do Departamento de Zootecnia) e a professora-doutora Angela Ferreira (já aposentada, que atuava no Departamento de Ciências Sociais). Andriguetto destaca a conquista. “Era um sonho antigo que tínhamos porque não é muito fácil atingir esta posição. Além disso, com esta conquista, poderemos ainda ser candidatos a reivindicar recursos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para a revista”, comentou.

Cogitare Enfermagem

A Revista Cogitare Enfermagem tem como editora-científica a professora Luciana Puchalski Kalinke e foi indexada na base de dados Cinahl (do Canadá), especializada na área médica. Criada há 24 anos, a publicação é bilíngue (Português e Inglês) desde 2015, já é indexada na base de dados Qualis-Capes com a classificação B1 (a única no Paraná) e também veicula artigos nas áreas de Educação Física, Fisioterapia, Psicologia, Terapia Ocupacional, Nutrição etc.

A Unidade de Apoio à Publicação a Periódicos Científicos já está ajudando a impulsionar a revista, que publica artigos de professores de todo o Brasil e do Exterior.  “Quando soubemos da presença dos técnicos da unidade, em 2017, já pedimos apoio. Com a presença e a ajuda deles, conseguimos avançar mais”, disse a professora. “Nós buscamos também a publicação de muitos artigos de professores de outros países. A ideia é que consigamos expandir isso. Por isso a importância de a revista estar indexada em bases internacionais, o que projeta a publicação e a própria UFPR”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Outras notícias

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2018 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR