Universidade Federal do Paraná

Menu

Ensino e Educação

MEC avalia Licenciatura em Educação do Campo com nota máxima

Bruna Bertoldi Gonçalves     7 de novembro de 2018 - 17h02

A Licenciatura em Educação do Campo (Lecampo) com habilitação em Ciências da Natureza do Setor Litoral da UFPR, sob a coordenação do professor Lourival de Moraes Fidelis, recebeu o conceito 5 – nota máxima – do Ministério da Educação (MEC) em avaliação de reconhecimento do curso realizada em outubro. Fruto de um projeto do MEC, o curso foi criado em 2014 com o objetivo de formar professores em contextos rurais nos quais não há acesso à educação superior. Em 2017, passou a integrar o vestibular regular da UFPR. O relatório está disponível aqui.

“Os educadores e educadoras egressos da Licenciatura em Educação do Campo estão habilitados a atuar na área do conhecimento Ciências da Natureza – Ciências, Física, Química e Biologia – a fim de atender a demanda das escolas do campo, particularmente para os anos finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos”, informa o vice-coordenador da Lecampo, professor Roberto Gonçalves Barbosa.

Encerramento do II Encontro de Integração das Turmas da Licenciatura em Educação do Campo realizado na comunidade João Surá em 2016. Foto: Divulgação

As aulas são realizadas no Setor Litoral e também em João Surá, comunidade remanescente de quilombo do município de Adrianópolis, no Vale do Ribeira; no assentamento Contestado, na Lapa; e em uma escola municipal no município de Cerro Azul.

“Nossos estudantes são pequenos agricultores familiares, pescadores, quilombolas, assentados e acampados da reforma agrária e indígenas. As primeiras turmas estão se formando neste ano: uma turma com 20 estudantes e a outra com 33 estudantes”, afirma Roberto. Segundo ele, o objetivo é que eles retornem para lecionar nas escolas do campo de suas comunidades.

O projeto pedagógico foi adequado à realidade local e é dividido em dois tempos pedagógicos. O Tempo Universidade compreende as aulas oferecidas nas comunidades. O Tempo Comunidade consiste em atividades desenvolvidas pelos alunos nas localidades.

O professor atribui a nota à dedicação de toda a equipe: “Esse trabalho coletivo envolve professores, estudantes, técnicos-administrativos, a direção do setor, as pró-reitorias, a reitoria e a parceria com os movimentos sociais do campo e as comunidades quilombolas e indígenas”.

A Lecampo atende aos critérios estabelecidos pelo Programa Nacional de Educação no Campo (Pronacampo), em conformidade com as diretrizes operacionais da Educação do Campo. Em cada seleção, são ofertadas 40 vagas na modalidade presencial em regime de alternância.

Alunos da Lecampo em aula no laboratório do Setor Litoral da UFPR. Foto: Divulgação

O Setor Litoral da UFPR está sediado em Caiobá, no município de Matinhos, e suas ações estendem-se a sete municípios litorâneos e ao Vale do Ribeira.

Mais informações:

http://www.litoral.ufpr.br/portal/wp-content/uploads/2015/04/Educa%C3%A7%C3%A3o-do-Campo.pdf

http://www.ufpr.br/portalufpr/noticias/ufpr-mantem-curso-superior-de-educacao-em-comunidade-quilombola/


Outras notícias

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2018 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR