Universidade Federal do Paraná

Menu

Extensão e Cultura

Grupo de estudos do Setor Litoral promove ações educativas contra o comércio ilegal de aves

Superintendência de Comunicação Social     5 de janeiro de 2018 - 15h30

O comércio ilegal e a prática de criação de animais em gaiolas ameaçam as aves nativas do litoral do Paraná. De acordo com o Batalhão da Polícia Ambiental  da Polícia Militar, entre 2012 e 2014 foram aprendidas na região mais de 4 mil aves. O grupo de estudos Emilie Snethlage, do Setor Litoral da UFPR, decidiu contribuir para amenizar essa situação e desde 2016 desenvolve ações educativas, com a participação de professores e estudantes voluntários.

Uma das atividades é a produção de material didático contendo aspectos da biologia, ecologia e conservação de aves. Foto: acervo do Grupo Emilie Snethlage

O grupo, formado em 2016, é coordenado pelos biólogos Luiz Mestre, professor do curso de Gestão Ambiental, e pela bióloga voluntária Juliana Recheleto. A maioria dos estudantes voluntários é egressa da Interação Cultural e Humanística (ICH) de Ornitologia e Conservação.  As ICHs fazem parte da proposta pedagógica do Setor Litoral e consistem no desenvolvimento de atividades que aliam prática e teoria, promovendo a interação entre estudantes de diversos cursos e a deles com as comunidades locais.

De acordo com a bióloga Juliana Recheleto, o principal interesse dos voluntários é promover a conservação de aves por meio de ações de educação ambiental. Para isso, elaboram atividades didáticas que possam ser usadas por professores, educadores, ONGs e quem mais se interessar.

O primeiro projeto do grupo foi elaborado em 2016 para contribuir com o Ano do Papagaio, uma ação promovida pela Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil. O Grupo Emilie formulou atividades didáticas que envolviam aspectos gerais da biologia dos papagaios e questões sobre conservação e tráfico ilegal. O material produzido nas atividades foi apresentado no XVI Encontro Paranaense de Educação Ambiental, publicado na revista Educação Ambiental em Ação, doado para os projetos de pesquisa e encontra-se integralmente disponível online.

Luiz Mestre explica que em 2017, o grupo elegeu 35 espécies de aves para compor um material didático. “De março a agosto, foram desenhadas 15 espécies de aves e produzidas 73 atividades educativas focadas em aspectos da biologia, ecologia e conservação”, conta. Com o material finalizado, será produzida uma compilação de atividades didáticas para serem disponibilizadas na internet (https://labornitologia.wordpress.com/2017/03/13/contribuicao-ao-ano-do-papagaio/). Além disso, foram estabelecidas parcerias com o Ibama e o Sesc Caiobá para futura realização de palestras sobre o tema e a utilização do material produzido por professores da região.

Integram o grupo os estudantes Aline Messias, Aline Stella Ferro, Silvana Pampuch, Juliana Ramos e Giorgia Azeredo. Qualquer pessoa interessada em ajudar nas atividades é bem-vinda.

 

 


Outras notícias

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2018 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR