Universidade Federal do Paraná

Menu

Ciência e Tecnologia

Finep anuncia novos editais e revela que UFPR está entre as cinco instituições que mais receberam recursos desde 2001

Superintendência de Comunicação Social     12 de julho de 2018 - 17h47

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) está entre as cinco instituições que mais receberam recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) desde 2001, o que atesta a qualidade da pesquisa desenvolvida na instituição e de seus programas de pós-graduação. O dado foi divulgado esta semana, no Rio de Janeiro, durante o anúncio de um conjunto de editais do Programa de Infraestrutura (Proinfra), acompanhado pela reitora em exercício da UFPR, Graciela Bolzón de Muniz, que foi uma das convidadas para falar no evento.

O pacote envolve quatro chamadas públicas, no valor total de R$ 280 milhões, para três anos: 2018, 2019 e 2020 (clique aqui para ver o documento com a síntese das chamadas). Os recursos são do CT-Infra, um fundo setorial criado para viabilizar a modernização e ampliação da infraestrutura e dos serviços de apoio à pesquisa desenvolvida em instituições públicas de ensino superior e de pesquisas brasileiras, por meio de criação e reforma de laboratórios e compra de equipamentos, entre outras ações.

De acordo com a Finep, desde 2001 foram destinados R$ 3,2 bilhões em recursos do CT-Infra para mais de 1600 projetos. A UFPR é a quinta instituição que mais recebeu recursos nesse período. Foram R$ 83.912.349,00 – a maior parte (R$ 54,6 milhões) no período em que a professora Graciela Muniz ocupou a diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, entre 2009 e 2016.

A reitora em exercício, professora Graciela Bolzón de Muniz, representou a UFPR no anúncio dos novos editais. Foto: Finep

Convidada pela Finep para dar uma palestra sobre o Proinfra, a professora Graciela apresentou a representantes do setor acadêmico, de institutos científico-tecnológicos e de fundações de amparo à pesquisa dados sobre a evolução dos grupos de pesquisa da UFPR nas últimas décadas. No ano 2000, a universidade tinha 161 grupos de pesquisa. Hoje, são 682. Ela também mostrou a elevação do número de programas de pós-graduação com conceitos altos na Capes e fez um balanço dos investimentos com recursos do Proinfra na UFPR.

Entre outras estruturas, o programa custeou a aquisição de um tomógrafo computadorizado de feixe cônico, um Centro de Microscopia Eletrônica e o Sistema de Acondicionamento de Amostras Entomológicas, além de um biotério. Entre as obras em andamento ou em fase de licitação estão a Central Analítica do Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, o Condomínio de Laboratórios do Centro Politécnico e o Laboratório de Biotecnologia do Setor Palotina.

“O investimento em ciência e tecnologia é condição para o desenvolvimento do País, e as instituições públicas cumprem papel essencial nesse aspecto”, afirmou a professora Graciela.

Chamadas públicas

Foram anunciadas pela Finep quatro chamadas públicas: uma voltada à pesquisa em áreas temáticas, outra de manutenção preventiva de equipamentos e de infraestrutura de biotérios e de coleções biológicas de microrganismo, a terceira ligada a campi universitários e novas universidades e uma carta-convite para finalização de obras apoiadas por outros editais do fundo.

Para mais detalhes, acesse o site da Finep na seção chamadas públicas.


Outras notícias

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2018 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR