Universidade Federal do Paraná

Menu

Extensão e Cultura

Centro de Estudos e Pesquisas Arqueológicas cria banco de dados inédito com acervos de museus

Superintendência de Comunicação Social     23 de fevereiro de 2018 - 13h59

O professor Otis: “Nesta primeira etapa, que deve durar um ano, vamos ver que sistemas eles usam e fazer um diálogo entre eles”. Imagem: Samira Chami Neves..

O Centro de Estudos e Pesquisas Arqueológicas da UFPR (CEPA), vinculado ao Departamento de Antropologia, criou um banco de dados virtual e gratuito, inédito no País, contendo os acervos de peças e de coleções dos museus que participam do projeto “Tecendo uma rede cultural: um banco de dados patrimonial para compartilhar informações de coleções”. O banco de dados está sendo alimentado com informações, e por isso ainda não está disponível para o público externo.

Além de dispensar o uso do papel, o que racionaliza despesas, a ferramenta oferece um método padronizado de gravação de dados. Possibilita, ainda, que o banco seja compartilhado, facilitando a realização de pesquisas e a troca de informações entre todas as organizações.

A ferramenta também pode ser adaptada a outras categorias de museus distintos dos arqueológicos – históricos, etnográficos, artes, ciências naturais etc. E, ainda, pode ser facilmente modificada para incorporar dados de outras instituições que já estabeleceram catálogos digitais ou de papel.

Diálogo com outros museus

O CEPA tem cerca de 10 mil peças, formadas por material recolhido de atividades de campo e de pesquisa desenvolvidas por professores como José Loureiro Fernandes, João Bigarella e Igor Chmyz. Associado ao material arqueológico, existe também um vasto acervo documental que inclui fotografias, mapas, desenhos científicos e outros documentos.

A catalogação das informações das coleções arqueológicas e do acervo documental do CEPA foi iniciada em 2015, assim como a criação do banco de dados do Centro de Pesquisa. Estas atividades foram institucionalizadas como parte do trabalho previsto no projeto de extensão “Difusão do patrimônio científico do CEPA/UFPR: ações de educação patrimonial, exposições arqueológicas e espaços de ciência”, iniciado em 2016, sob a coordenação da museóloga Mariana Novaes (CEPA/DEAN) e do professor arqueólogo Fabio Parenti (CEPA/DEAN/PPGA).

A partir do banco de dados que vem sendo implementado no CEPA, foi iniciado o projeto “Tecendo uma rede cultural: um banco de dados patrimonial para compartilhar informações de coleções”, sob a coordenação do pesquisador arqueólogo Otis Crandell, bolsista de pós-doutorado do Programa de Pós-Graduação em Antropologia (PPGA) do DEAN. Outras instituições interessadas em compartilhar seus acervos – como o Ecomuseu de Itaipu, o Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (MAE-USP) e a Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) – também estão enviando seus dados, que estão sendo compilados pela equipe da CEPA.

A intenção do coordenador do projeto é criar uma ampla rede de museus e outras instituições possuidoras de coleções interessadas em compartilhar seus dados, que são armazenados em um servidor em formato universal (MySQL). A interface do usuário pode utilizar vários softwares (como o Access, Filemaker, Libre Base e SophiA).

Crandell está contatando outros museus e instituições, dentro e fora da UFPR, para propor a formação de uma rede para colaborar no compartilhamento de informações relacionadas ao patrimônio.  “Nesta primeira etapa, que deve durar um ano, vamos ver que sistemas eles usam e fazer um diálogo entre eles”, diz.

Os benefícios

A adesão à rede traz outros benefícios às instituições. Primeiro, a facilidade no compartilhamento das informações sobre coleções. Os professores, pesquisadores e funcionários de cada instituição têm, inclusive, a possibilidade de entrar em contato diretamente com o responsável.

Além disso, o sistema fornece um método padronizado de gravação de informações, o que facilita a comparação de dados entre as instituições. Finalmente, a ferramenta é menos trabalhosa para muitas instituições que atualmente empregam catálogos simples, já que utiliza softwares comuns de bancos de dados (por exemplo, MS Access), tornando mais fácil aos pesquisadores personalizar a interface de acordo com suas necessidades e preferências.


Outras notícias

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2018 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR