Universidade Federal do Paraná

Menu

Ensino e Educação

UFPR assina convênio com a Universidade de Columbia

Superintendência de Comunicação Social     26 de julho de 2017 - 3h27

UFPR assina convênio com a Universidade de Columbia – foto:Leonardo Bettinelli

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) assinou nesta terça-feira, 25 de julho, um convênio com a Universidade de Columbia (Columbia University), de Nova York. A iniciativa surgiu a partir de uma cooperação que as instituições mantêm desde 2009 no campo de pesquisas de geotecnologia aplicada à análise ambiental, e abre agora a possibilidade de expansão para outros campos.

O reitor da UFPR, professor Ricardo Marcelo Fonseca, disse que o convênio “estreita os laços  com a Universidade de Columbia, que é uma das universidades mais importantes e tradicionais dos Estados Unidos”. “É fundamental neste momento em que a UFPR passa por um grande esforço de internacionalização”.

O reitor falou ainda das possibilidades de relações que o termo abre. “Buscamos agora, a partir deste projeto em que já temos uma parceria estabelecida, ampliar para várias outras áreas. Inclusive durante esta visita soubemos que existe um centro de estudos brasileiros na Universidade de Columbia que está aberto a se relacionar conosco” concluiu.

Clima, doenças e monitoramento

UFPR assina convênio com a Universidade de Columbia - foto:Leonardo Bettinelli

UFPR assina convênio com a Universidade de Columbia – foto:Leonardo Bettinelli

O pesquisador Pietro Ceccato, do International Research Institute for Climate and Society (IRI), unidade da instituição nova-iorquina,  foi figura chave para o fechamento acordo. O professor faz parte de uma equipe de monitoramento ambiental via satélite que envolve diversos países. Na UFPR ele trabalha em parceria com o professor e pesquisador Francisco de Assis Mendonça, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFPR.

O foco do projeto é a análise de dados colhidos por satélites e levantados in loco na busca de traçar a evolução de doenças que são afetadas diretamente por questões ambientais, como a malária, a dengue e a leptospirose, entre outras. São monitorados ao redor do mundo níveis de precipitação, temperatura e dados geofísicos, que são comparados com os níveis epidemológicos na busca de compreender como o clima influencia no aumento e diminuição das epidemias.

O projeto começou há cerca de 15 anos e hoje, graças a diversas parcerias, especialmente com a Agência Espacial Americana (NASA) e a empresa Google, o que começou com um receptor que Ceccato levava a campo agora pode ser acessado por qualquer computador ou celular com acesso à internet. As informações são atualizadas diariamente.

Dengue no Rio de Janeiro

Imagem da apresentação 'Climate & Environmental Information for Health' do professor Pietro Ceccato da Universidade de Columbia

Imagem da apresentação ‘Climate & Environmental Information for Health’ do professor Pietro Ceccato da Universidade de Columbia

A doutoranda da UFPR Viviane Mota é uma das pesquisadoras envolvidas com o projeto. Viviane,  que atualmente estuda na Universidade de Columbia como parte de seu doutorado sanduíche, está colhendo dados sobre a dengue no Rio de Janeiro, um dos estados que mais sofrem nos picos da doença.

A pesquisa tem trazido resultados importantes e vai fornecer informações para um combate mais efetivo da doença. Ceccato conta que nem sempre os dados de satélite são suficientes. No Rio de Janeiro, o alto número de casos de dengue nos morros ocupados pelas favelas levou os pesquisadores a outras formas de levantamento de dados, no caso foram utilizadas fotografias panorâmicas para a identificação de caixas d’água abertas, provável explicação para o elevado número.

Outro caso trazido pelo professor é o de uma região na Etiópia, em que a dinâmica de manejo do gado influenciava quais vilas seriam mais afetadas pela Malária, o que mostra a importância do cruzamento de diversas informações para estabelecer padrões e compreender a dinâmica das doenças.

A assinatura do convênio reuniu, além deitor da UFPR e de Ceccato, representando a Universidade de Columbia, o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFPR, professor Francisco de Assis Mendonça, e o assessor de Relações Internacionais da UFPR, professor André Duarte. O termo assinado pelo reitor segue agora para Nova York para receber a assinatura do pesquisador Lee C. Bollinger, presidente da universidade norte-americana.

Por Rodrigo Choinski


Outras notícias

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2017 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR