Universidade Federal do Paraná

Menu

+ UFPR

Programa Solo na Escola é reconhecido pela FAO/ONU como Boa Prática para o Desenvolvimento Sustentável

Simone Meirelles     8 de novembro de 2016 - 15h59

Marcelo Ricardo de Lima, Carlos Antônio Biasi e Fabiane Machado Vezzani durante a premiação (foto SM)

Marcelo Ricardo de Lima, Carlos Antônio Biasi e Fabiane Machado Vezzani durante a premiação (foto SM)

O Programa Solo na Escola, da Universidade Federal do Paraná, recebeu na tarde desta terça-feira (08/11), o certificado de inclusão na Plataforma Boas Práticas para o Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO/ONU).  Os coordenadores do programa, professores Marcelo Ricardo de Lima e Fabiane Machado Vezzani receberam o certificado do Oficial de Programas da FAO para o Sul do Brasil, Carlos Antonio Biasi.  Em agradecimento, os professores destacaram a grande equipe do Departamento de Solos e Engenharia Agrícola que participa do programa, incluindo alunos de graduação e pós-graduação.  A solenidade foi no início do  “V Seminário IBGE de Recursos Naturais e Meio Ambiente”, realizado no auditório do Setor de Ciências Agrárias da UFPR.

Carlos Biasi, representante da FAO, observou que o site Boas Práticas para o Desenvolvimento Sustentável (www.boaspraticas.org.br  ) tem objetivo de identificar no Brtasil projetos que contribuam para o desenvolvimento sustentável e divulgá-los, para que possam ser adaptados e reproduzidos em outras partes do mundo.

O projeto Solo na Escola nasceu em 2002 e devido ao sucesso virou Programa de Extensão que congrega quatro projetos: Formação Continuada em Solos para Professores, Exposição Didática de Solos, Recursos Didáticos para Educação em Solos, e Educação Ambiental em Solos. Cada um se destina a um público específico, mas o objetivo é o mesmo:  promover a educação e o conhecimento sobre a importância dos solos para a vida no planeta.

Para estudantes de ensino fundamental e médio, o programa oferta uma visita guiada. Num laboratório didático, são apresentadas diversas experiências simples e facilmente reproduzíveis.  É possível entender como a água atua na erosão dos solos, quais tipos de solos têm mais cargas elétricas, como eles se compactam, como reagem à água, quais são mais férteis, a atuação das minhocas e até a arte feita a partir dos solos.

Além disso, são ofertados periodicamente cursos de capacitação para professores das redes municipais e estaduais, tanto presenciais quanto a distância. Podem participar docentes de educação básica nas áreas de Ciências, Biologia, Geografia, Química e Educação Ambiental.  Nas aulas, eles aprendem mais sobre os solos do Paraná e como ensinar melhor sobre o tema para os alunos. Conhecem os experimentos montados na UFPR e como reproduzi-los para seus alunos.

No site do programa, há 56 exemplos de experimentos que podem ser reproduzidos em qualquer lugar do mundo. E na UFPR, a disciplina  “Solos na Educação Básica” está sendo ofertada a alunos de licenciatura em Geografia e Ciências Biológicas. “Percebemos que não basta ensinar o professor já formado. Podemos apresentar os conceitos didáticos dos solos  para os futuros docentes e assim prepará-los desde a graduação para um ensino mais completo e eficaz”, observa o professor Marcelo de Lima.

Saiba mais sobre o projeto no site www.escola.agrarias.ufpr.br.


Outras notícias

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2017 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR