Universidade Federal do Paraná

Menu

Ensino e Educação

Pós-graduação em História tem a primeira cotutela com universidade francesa

Superintendência de Comunicação Social     3 de março de 2017 - 11h45

Depois de ter cursado um semestre na cidade francesa de Poitiers, está de volta ao curso de pós-graduação em História da UFPR a primeira doutoranda do Setor de Ciências Humanas da instituição a participar do programa de cotutela da área. Carmem Lúcia Druciak integra o Núcleo de Estudos  Mediterânicos (Nemed) da UFPR e o Centro de Estudos Superiores em Civilização Medieval  da Universidade de Poitiers, uma instituição criada em 1.431. A defesa que permitirá dupla titulação, com dois diplomas, é relacionada à história medieval e acontecerá no primeiro semestre de 2018, na UFPR, com a presença do orientador francês.

Neste tipo de parceria, o pós-graduando tem dois orientadores. Carmem é orientada na UFPR pela professora Marcella Lopes Guimarães e na Universidade de Poitiers, por Stéphane Boissellier. O que facilitou o ingresso da doutoranda no programa de cotutela foi o fato de ser professora de língua francesa e, ainda, estudiosa da literatura francesa medieval. Graduada em Letras, fez mestrado em Estudos Literários, as duas formações pela UFPR.

O tema central da pesquisa é a escrita da história na França no final do século XIV e a relação com a cavalaria. Carmem explica que a fonte para a pesquisa histórica é uma canção de gesta tardia sobre o cavaleiro Bertrand Du Guesclin, militar que liderou os exércitos franceses contra a investida inglesa durante a Guerra dos Cem Anos (1337 a 1443). Com o título “A Escrita da História na França de 1830 a 1410: as representações discursivas sobre o cavaleiro Bertrand Du Guesclin”, a tese tem por objetivo demonstrar como os letrados daquela época que se ocupavam da história requisitados pela monarquia reconstruíram, muitas vezes, o passado segundo perspectivas contemporâneas e segundo os interesses dos príncipes.

Além de participar de seminários na universidade francesa, Carmem cursou uma disciplina sobre história medieval e deve retornar à Universidade de Poitiers, em junho, para pesquisas no Centro de Estudos Superiores em Civilização Medieval. A pesquisadora conta que o que mais a impressionou na universidade francesa foi a vasta bibliografia disponível, com publicações que não são encontradas no Brasil.

Para Carmem, o fato de ter dois diplomas – um de doutora pela UFPR e outro pela Universidade de Poitiers –  abre uma grande possibilidade de ser professora universitária nos dois países e novas perspectivas de contribuir para desvendar a história.

As negociações para que a cotutela fosse viabilizada começaram em 2010 entre as duas universidades e foram intensificadas com a visita de uma professora da Universidade de Poitiers, destaca a orientadora brasileira da doutoranda, a professora Marcella Lopes Guimarães. Na opinião dela, um dos entraves para que esse tipo de parceria seja produtivo é sempre o idioma, porque há a necessidade de ser fluente na língua do país que irá receber o estudante. Além disso, a pesquisa deve ter relevância para os dois países. A expectativa para os próximos anos é que o programa da UFPR possa receber pós-graduandos da universidade francesa para desenvolver pesquisas.

Maria de Lurdes Welter Pereira

 

 

 

 


Outras notícias

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2017 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR