Universidade Federal do Paraná

Menu

Extensão e Cultura

Pós em Direito traz pesquisadora norte-americana para conferência sobre direito e organização dos trabalhadores migrantes

Superintendência de Comunicação Social     4 de março de 2016 - 20h00

FOTO: Agência da ONU para Refugiados (ACNUR)

FOTO: Agência da ONU para Refugiados (ACNUR)

Todos os dias, os noticiários mostram o drama vivido pelas famílias que migram de seus países de origem em busca de uma vida melhor, longe de guerras, catástrofes e perseguições de diversas naturezas e que têm enfrentado conflitos tão violentos e desumanos quanto antes quando se deparam com as portas fechadas nos países que não querem acolhê-las.

No Brasil, a grande dificuldade não está na autorização de entrada, mas na sobrevivência em si de milhares de migrantes contemporâneos, os sírios, haitianos e mesmo vizinhos latino-americanos, que há muito vêm para cá atrás de trabalho e vida digna, mas também encontram condições por vezes degradantes e crueis logo após a primeira recepção.

cartaz3-01A mais recente fronteira nesse debate, com vistas à produção do conhecimento e a formulação de propostas e ações, é tema da abertura das atividades em 2016 do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Paraná (PPGD/UFPR).Para isso, o PPGD traz a Curitiba, na próxima segunda-feira (07), a professora norte-americana de Direito do Trabalho e Migração, Jennifer Gordon, da Universidade de Fordham, de Nova Iorque. Ela fará uma conferência sobre “Migração Contemporânea: direito e organização dos trabalhadores migrantes”, voltada para a comunidade acadêmica, mas também para operadores do Direito, com o intuito sensibilizar e conscientizar para transformações necessárias na realidade e na garantia de direitos fundamentais a essas milhares de famílias de migrantes no Brasil.

Jennifer Gordon, além de especialista nessa questão, é também coordenadora de projetos sociais na área da organização dos trabalhadores, que têm alcançado resultados expressivos nos Estados Unidos, por meio da ação de ONGs e fundações, e coordena os chamados “worker centers” e serviços de “advocacy”, que prestam auxílio aos imigrantes e trabalhadores do chamado “underground” (submundo) da economia em diversas áreas como o ensino do idioma, a consultoria jurídica e o estabelecimento de políticas públicas efetivas, que dêem conta de minimizar o drama das famílias.

“Essa atuação está conseguindo modificar a política das universidades por lá e também conquistou alterações significativas na legislação da cidade de Nova Iorque para punir empregadores que não cumprirem as obrigações trabalhistas com os trabalhadores migrantes”, conta a professora de Direito Internacional da UFPR, Tatyana Friedrich, que acaba de retornar de um pós-doutorado na Universidade de Fordham e conheceu de perto os trabalhos desenvolvidos por Jennifer Gordon.

FOTO: Samira Chami Nev

UFPR ainda acolhe e assessora trabalhadores migrantes que vivem em Curitiba com aulas sobre a cultura brasileira, conhecimentos de informática, além de assistência jurídica, administrativa e psicológica. FOTO: Samira Chami Neves

Apoio a migrantes

Friedrich também participa de um programa de extensão da UFPR que assessora trabalhadores migrantes que vivem em Curitiba com aulas de Português, assistência jurídica e administrativa, aulas de informática, de História do Brasil e com atendimento em psicologia aplicada à área de recursos humanos. “A ideia é extrair desse contato e das experiências da professora Jennifer conhecimentos que venham a contribuir com os trabalhos feitos aqui e com a ampliação do debate em torno do trabalho decente”, explica a professora da Federal.

“O migrante chega no País já em condições desfavoráveis e tem de se submeter a sobreviver no submundo das relações de trabalho. Mora na periferia, fechado em guetos e vive nas cidades brasileiras alijado do processo político e da cidadania, sem a garantia de direitos sociais ou acesso precário às políticas públicas existentes para ele e sua família, isso sem levar em conta o preconceito e a discriminação que sofrem”, informa Friedrich.

Essa iniciativa de extensão universitária da UFPR já fez com que 18 imigrantes que haviam interrompido seus cursos e formações acadêmicas pudessem continuar os estudos dentro da universidade.

A conferência de Jennifer Gordon será realizada no dia 7 de março, às 10h, no Salão Nobre da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná, que fica no prédio histórico da UFPR (Praça Santos Andrade – 1º andar). As inscrições estão abertas pelo site www.ppgd.ufpr.br. A palestra será em espanhol.

Com informações do PPGD/UFPR


Outras notícias

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Flickr RSS UFPR UFPR no Youtube UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299 | CEP 80.060-000 | Centro | Curitiba | PR | Brasil | Fone: +55(41) 3360-5000
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Universidade Federal do Paraná
Rua XV de Novembro, 1299
CEP 80.060-000 - Centro
Reitoria da UFPR - Curitiba - PR - Brasil
Fone: +55(41) 3360-5000

Imagem logomarca da UFPR

©2017 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR